Baixa oferta de imóveis eleva preço de aluguel em São Paulo

Texto: Redação AECweb

Aumento é o mais alto desde janeiro de 2005

24 de novembro de 2011 - Os contratos novos de aluguel residencial na capital paulista atingiram a maior alta desde 2005, segundo o Secovi-SP (Sindicato da Habitação). Em outubro, a variação acumulada dos valores médios cobrados na comparação com os 12 meses anteriores foi de 19,7%.

O aumento é o mais alto desde janeiro de 2005, quando a entidade começou a realizar a pesquisa, segundo Francisco Crestana, vice-presidente do Secovi-SP.

O cenário indica que a cidade não conta com estoque suficiente de imóveis para alugar, segundo Crestana.

"Situação que não deve ser revertida em curto prazo."

As residências de um e dois dormitórios foram os imóveis que tiveram a maior alta de preço em outubro.

Fonte: Folha de São Paulo