Bauru lidera geração de empregos no Estado no setor da construção civil

Texto: Redação AECweb

Estatísticas mostram um aumento de 30,65% no estoque de trabalhadores formais no acumulado de 12 meses

28 de janeiro de 2011 - A Regional Bauru do SindusCon-SP tem se mantido no topo do ranking quando o assunto é geração de empregos na construção civil. As estatísticas mostram um aumento de 30,65% no estoque de trabalhadores formais no acumulado de 12 meses.

O grande destaque da região é o município de Bauru, onde a elevação ultrapassou os 64% em novembro de 2010, em comparação ao mesmo mês do ano anterior. Em números absolutos, o estoque de empregos saltou de 9.853 para 16.190 vagas no período analisado.

Campinas tem o maior estoque, com 19.305, mas sua variação no período foi de apenas 6,45%. A região que mais se aproxima da bauruense é a de Ribeirão Preto, com 22,45% (possui estoque de 15.578).

O diretor Renato Parreira atribui o crescimento a uma importante expansão do setor na região. "A iniciativa privada tem investido mais no Interior, o que podemos perceber pelo aumento dos prédios residenciais de alto e médio padrão na cidade. Ao mesmo tempo, cresce a construção de condomínios verticais e prédios de até quatro pavimentos, graças à estabilidade econômica e a incentivos do governo, como o programa ‘Minha casa, minha vida’, que dá condições de compra a uma parcela da população que vive em déficit habitacional. Estes e outros fatores é que levaram a cidade ao incrível crescimento acima de 64%", analisa.

Desafios

Mas Parreira observa que o mercado precisa saber acompanhar este desenvolvimento e fazer as adaptações necessárias para manter os níveis de crescimento sem turbulências.

"Uma expansão como esta exige ampliação na produção de insumos, políticas governamentais, principalmente na esfera municipal, que garantam verbas e investimentos. E, não menos importante, a formação contínua de mão de obra qualificada. Hoje, as construtoras já têm dificuldades para encontrar alguns profissionais, como carpinteiros, pedreiros e armadores, por exemplo", ressalta.

Neste sentido, Bauru também sai na frente, pois é a única cidade no Interior que tem uma Escola da Construção Civil, coordenado pelo Senai. De acordo com a diretoria do Senai, só em 2010, a escola formou 110 alunos em diferentes áreas de interesse do setor.

"A indústria da construção tende a crescer, neste ano, aproximadamente 6%. E eu faço um convite aos jovens e às pessoas que querem ingressar no mercado de trabalho: venham para a construção civil! Hoje, temos bons salários, existe boa oferta de emprego e condições de crescimento, com uma remuneração maior do que a de inúmeros outros profissionais", acrescenta.

Fonte: Bom Dia Sorocaba - SP