Banner AECweb
menu-iconPortal AECweb

BNDES amplia até dezembro linha de crédito especial para pequenas empresas

Texto: Redação AECweb/e-Construmarket

Até o momento, 16.318 operações com 15.094 empresas já foram aprovadas pela linha. O valor médio é de R$ 318 mil por operação

Principal setor econômico contemplado pela linha de empréstimo foi o de comércio e serviços, que adquiriu 79,7% dos recursos (Créditos: PhuShutter/ Shutterstock)

07/07/2020 | 10:36 - O Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) alcançou o total de R$5 bilhões na linha Crédito Pequenas Empresas, que visa auxiliar micro, pequenas e médias empresas a partir do financiamento a capital de giro. O valor estava previsto no plano inicial de combate ao novo coronavírus, apresentado pelo banco em março, no início da pandemia.

O BNDES informou que 16.318 operações com 15.094 empresas já foram aprovadas. O valor médio é de R$ 318 mil por operação.

Até o momento, o principal setor econômico contemplado pela linha de empréstimo foi o de comércio e serviços, que adquiriu 79,7% dos recursos, seguido pelo de indústria de transformação (19,5%). O agronegócio ficou com 0,7% dos recursos e a indústria extrativista, 0,1%.

Devido ao sucesso da medida e a extensão da pandemia, o banco também anunciou que a linha será ampliada até 31 de dezembro de 2020, com a disponibilização de mais R$5 bilhões para novos empréstimos.

Nesta segunda etapa do programa, o objetivo será o mesmo: oferecer recursos para o uso livre das empresas, por meio dos agentes financeiros parceiros do BNDES. Atualmente, o banco possui 31 agentes parceiros atuando pelo País.

O empréstimo pode ser solicitado por empresas com faturamento anual de até R$ 300 milhões. O valor liberado é de até R$ 70 milhões por ano, com carência de até 24 meses e prazo para pagamento de até 60 meses. As taxas de juros devem ser negociadas entre a empresa e o agente financeiro.

x
Gostou deste conteúdo? Cadastre-se para receber gratuitamente nossos boletins: