Brasil e Índia lideram aumento nos preços de imóveis, revela estudo

Texto: Redação AECweb

De acordo com relatório Global Property Guide, nos três primeiros meses deste ano, frente ao mesmo período do ano passado, a valorização dos imóveis em São Paulo foi de 18,70%

12 de junho de 2012 - Que os imóveis no Brasil estão bastante valorizados, não é segredo para ninguém. Mas agora, um estudo global ainda mostrou que o aumento dos preços das casas no País é um dos mais intensos de todo o mundo. A valorização registrada em São Paulo só perde para Nova Déli, na Índia.

De acordo com relatório Global Property Guide, nos três primeiros meses deste ano, frente ao mesmo período do ano passado, a valorização dos imóveis em São Paulo foi de 18,70%. Entre os 36 países pesquisados, essa foi a segunda maior alta, só perdendo para a valorização de 24,41% em Nova Déli.

São Paulo e Nova Déli

Ainda falando de São Paulo, o relatório destaca que, no trimestre passado, o aumento de preços das casas e apartamentos foi bem inferior, de 2,57%. A capital do estado de São Paulo e Nova Déli foram os únicos locais onde o aumento de preços foi de dois dígitos.

O terceiro maior aumento de preços foi verificado na Estônia, 9,13%, seguido pela Áustria (8,24%), Filipinas (7,34%) e Suíça (5,49%). De acordo com o levantamento, das 36 nações analisadas, houve queda de preço de imóveis em 24 delas. Por outro lado, houve aumento em 12 países.

As maiores quedas foram encontradas na Irlanda (-18,95%), Grécia - Atenas (-11,68%), Polônia (-10,94%) e Portugal (-10,45%). Ressaltando apenas os países que fazem parte do BRICs (grupo que reúne Brasil, Rússia, China, Índia e África do Sul), além da Índia e Brasil, também houve alta nos preços dos imóveis na Rússia, de 3,86%.

Já na China - Shangai - e na África do Sul, os preços recuaram, -3,68% e -5,85%, respectivamente.

Fonte: Infomoney