Brasília quer o maior nível de certificação com obra de estádio

Texto: Redação AECweb

Empreendimento certificado com o Leed Platinum é considerado de excelência em sustentabilidade

20 de junho de 2011 - A reforma da Arena Mané Garrincha, em Brasília, é uma das obras cujo cronograma está mais adiantado - e também é o estádio que busca o mais alto nível de certificação ambiental, o selo Leed Platinum.

"Via de regra, um dos requisitos básicos para uma certificação de sustentabilidade é um planejamento adequado", diz Carlos Casado, gerente técnico do GBC Brasil, entidade que divulga o selo Leed no País. "O que pode atrasar ou encarecer a obra não é o selo verde. É a falta de planejamento, que também encarece todo o processo", diz.

A certificação de construção verde Leed pode seguir vários níveis, do básico ao Platinum. Um empreendimento certificado com o Leed Platinum é considerado de excelência em sustentabilidade. "Se tudo correr como o esperado, Brasília poderá ter o estádio mais sustentável do mundo", diz Casado.

Com custo estimado em R$ 671 milhões, a reforma do Mané Garrincha, a cargo das construtores Andrade Gutierrez e Via Engenharia, corre dentro do cronograma. O antigo estádio se transformará numa arena multiuso, com capacidade para 71 mil lugares. O projeto inclui estacionamentos, vestiários, lojas e a ampliação das arquibancadas.

A estrutura do antigo Mané Garrincha foi demolida, restando apenas parte da arquibancada que será aproveitada. A fundação está pronta e a atual etapa é de concretagem dos tubulões, que são as estruturas de base do estádio. A nova arena deve ser entregue em 2013.

Fonte: O Estado de São Paulo