Banner AECweb
menu-iconPortal AECweb

Caixa anuncia o 6º Feirão da Casa Própria no Secovi-SP

Texto: Redação AECweb

Superintendente da Caixa apresentou algumas inovações no evento, que acontece em maio, no Centro de Exposições Imigrantes (SP)

24 de março de 2010 - Na manhã do dia 22/3, o superintendente da Caixa, Walter Nunes, esteve na sede do Secovi-SP (Sindicato da Habitação) para anunciar a realização do 6º Feirão Caixa da Casa Própria, que acontece de 13 a 16/5, no Centro de Exposição Imigrantes, e conta com apoio institucional do Sindicato, da Apeop e do SindusCon-SP.

O executivo adiantou que serão 13 megafeirões em todo o Brasil no primeiro semestre do ano e que estarão privilegiados, nestes eventos, empreendimentos para baixa renda, exceto aqueles voltados para famílias com renda de até três salários mínimos.

"Não faremos inscrições para esse público, mas manteremos as parcerias com a Cohab e CDHU, presentes no Feirão. Inclusive, prefeitura e Estado já cederem terrenos para a construção de unidades habitacionais para essas faixas de renda", ressaltou Nunes.

Uma diferença nesta edição do Feirão é que não serão oferecidos imóveis retomados (adjudicados). "O estoque desse tipo de unidades está baixo, até em razão da diminuição da inadimplência", esclareceu o superintendente da Caixa.

O calendário completo de Feirões por todo o Brasil, assim como a campanha de divulgação do evento e demais informações serão apresentadas pela presidente da Caixa, Maria Fernanda Ramos Coelho, nas próximas semanas.

Para o presidente do Secovi-SP, João Crestana, o fato de a Caixa anunciar o Feirão da capital na sede do Sindicato demonstra a importância que a instituição dá à parceria com a entidade e o setor, que remonta a mais de 20 anos.

"O Minha Casa, Minha Vida já trouxe bons resultados em 2009 e esse modelo de programa entre poder público e iniciativa privada para solucionar o déficit habitacional brasileiro está servindo de modelo para outros países. O problema habitacional tem de ser resolvido, e esperamos que esse programa social se transforme em Política Habitacional de Estado", afirmou Crestana, completando que são grandes as expectativas de negócios do setor nesta edição do Feirão da Caixa.

Flavio Prando, vice-presidente de Habitação do Sindicato, lembrou que somente com recursos do Sistema Brasileiro de Poupança e Empréstimo (SBPE) foram financiadas 400 mil unidades em 2010.

"Esse número, em 2007, era de 196 mil unidades. Isso demonstra a confiança dos bancos e dos cidadãos com o crédito imobiliário e a realização de mais este Feirão da Caixa só fortalece a parceria de sucesso da instituição com os empreendedores imobiliários", opinou.

Para ele, inquestionavelmente, o Minha Casa, Minha Vida promoveu uma revolução no mercado imobiliário nacional e que a transformação deste programa em política habitacional perene permitirá que os empresários trabalhem com planejamento e metas. "A nossa atividade requer segurança", destacou Prando.

Fonte: Maxpress Net – SP

x
Gostou deste conteúdo? Cadastre-se para receber gratuitamente nossos boletins: