Caixa atende a construção e divulga composições dos valores do Sinapi

Texto: Redação AECweb

Tabela é utilizada para balizar os preços unitários de obras contratadas com recursos provenientes do Orçamento da União

05 de agosto de 2009 - Atendendo a pleito da CBIC (Câmara Brasileira da Indústria da Construção) formulado com o apoio do SindusCon-SP, a Caixa disponibilizou desde 24 de julho pela internet as composições analíticas dos valores dos serviços listados no Sinapi (Sistema Nacional de Pesquisa de Custos e Índices da Construção Civil).

A tabela do Sinapi é utilizada pelo governo para balizar os preços unitários de obras contratadas com recursos provenientes do Orçamento da União, incluindo as do PAC (Programa de Aceleração do Crescimento).

Regidas pela Lei de Diretrizes Orçamentárias, essas contratações têm sido alvo de questionamentos por parte da Controladoria Geral da União e do Tribunal de Contas da União, quando os valores dos serviços da tabela entram em contradição com aqueles efetivamente praticados nos diferentes mercados regionais do país.

Tais questionamentos acabam postergando o início das obras que, em alguns casos, têm seus pagamentos suspensos pelo TCU e outros órgãos de controle. Em consequência, os cronogramas de execução atrasam, prejudicando os contratantes públicos e as construtoras. Daí o pleito formulado no âmbito do grupo de diálogo do governo com o setor da construção, este representado pela CBIC com a participação do vice-presidente de Obras Públicas do SindusCon-SP Luiz Antônio Messias, para que as composições fossem divulgadas e em seguida se formar uma comissão técnica com representantes da CBIC e da Caixa, para discutir possíveis incoerências.

Para obter a composição desejada, acesse o site www.caixa.gov.br. Clique na aba Governo, item Sinapi (à direita). Ao pé da página clique em SIPCI – Consulta Pública. Selecione a cidade desejada. Escolha a opção Pesquisa – Composição.

Escreva a palavra chave do serviço desejado (pesquisar), entre os serviços apresentados, faça a sua opção. Depois, na barra de rolagem inferior, siga até o final, onde aparecerá "itens e coeficientes" e obtenha a composição desejada.

A Câmara Brasileira da Indústria da Construção está à disposição para retirar possíveis dúvidas sobre o processo. Distorções devem ser comunicadas à CBIC pelos e-mails vicepresidente@cbic.org.br e/ou secretaria@cbic.org.br.

Fonte: SindusCon-SP