Caixa libera R$ 11 bilhões em crédito imobiliário

Texto: Redação AECweb

Banco registra avanço de 100%, comparado ao valor liberado no mesmo período de 2009

23 de março de 2010 - A Caixa Econômica Federal liberou este ano, até o dia 15 de março, R$ 11 bilhões em crédito imobiliário, informou o vice-presidente de Governo da Caixa, Jorge Hereda. "Isso é 100% a mais do que o liberado no mesmo período de 2009", disse.

O executivo comentou que o valor supera em mais de duas vezes o total de anos como 2002 e 2003, quando o crédito imobiliário ficava na casa de R$ 5 bilhões em todo o ano. Em 2009, o crédito imobiliário total da Caixa chegou a R$ 47 bilhões. Hereda comentou que outras linhas de crédito operadas pela Caixa também cresceram muito desde 2005.

O vice-presidente da Caixa comentou matérias publicadas na imprensa de que o crédito imobiliário faz parte do PAC-2. "Parte do primeiro PAC já é crédito imobiliário", afirmou. Ele disse também que até esta sexta-feira o governo deve bater o martelo em relação ao valor do crédito imobiliário para o PAC-2. "A decisão é dos ministérios e do presidente. Não me sinto confortável em comentar", declarou.

Segundo o vice-presidente da Caixa, a comparação que o presidente Lula fez -de que, nos primeiros dois meses deste ano, o crédito liberado pela Caixa superava o total dos empréstimos de todo o ano de 2005- referia-se somente ao crédito imobiliário, que naquele ano movimentou R$ 8,9 bilhões.

Hereda participou ontem do Fórum Urbano Mundial, aberto pelo presidente Lula e que está sendo realizado na zona portuária do Rio de Janeiro.

"Minha Casa, Minha Vida"
A Caixa anunciou também a assinatura, em São Paulo, de 26 contratos de financiamento para construção de seis mil unidades habitacionais dentro do programa "Minha Casa, Minha Vida", durante a abertura do 54º Congresso Estadual de Municípios, em Serra Negra (SP).

As assinaturas tiveram início às 17h, no estande do banco. Dos empreendimentos, quatro são destinados para a faixa de renda de 0 a 3 salários mínimos e 22 para a faixa de 3 a 10 salários. As unidades habitacionais financiadas totalizam 6.001, sendo 1.162 para 0 a 3 salários mínimos e 4.839 de 3 a 10 salários.

Dentre os 18 municípios beneficiados, estão Mauá, Santo André, Sumaré, São Paulo, Jundiaí, Várzea Paulista, Cajamar, Osasco e Piracicaba. O valor total dos investimentos é de mais de R$ 500 milhões. O banco pretende assinar outros contratos em São Paulo ainda este ano.

A Caixa Econômica Federal já liberou R$ 11 bilhões em financiamento de imóveis este ano, o que equivale a um crescimento de 100% em relação ao mesmo período do ano passado, segundo dados da instituição.

Fonte: DCI – SP