Capacitação emperra contratações

Texto: Redação AECweb

Seja por falta de qualificação ou excesso de exigências, vagas de emprego permanecem disponíveis na construção civil

21 de maio de 2010 - Ontem, o Emprega São Paulo, programa do governo de São Paulo gerenciado pela Secretaria Estadual do Emprego e Relações do Trabalho (Sert), divulgou que possui mais de 3 mil vagas disponíveis em todo o Estado para interessados em trabalhar na construção civil. Em Bauru, as chances de trabalho na área são 49 de um total de 564.

O diretor da regional da Sert em Bauru, Alexandre Ciro Perin Bertoni, destaca que o problema no preenchimento das vagas pode ser causado em decorrência da expansão do mercado, que exigiu uma demanda maior por mão de obra qualificada e evidenciou a escassez de profissionais especializados.

Bertoni afirma que o crescimento da construção civil implicou na necessidade de maior captação de mão de obra especializada. Entretanto, como não houve uma preparação para esta expansão no setor, os empregadores se depararam com uma quantidade insuficiente de candidatos capacitados.

"A demanda crescente obrigou empreiteiras e construtoras a ampliar seu quadro de profissionais, mas o mercado não apresentava mão de obra qualificada. Então, os empreendedores, como precisam de respostas rápidas, foram buscar soluções dentro do próprio mercado, com profissionais que estavam absorvidos", resume.

De acordo com o diretor regional da Sert, essa procura por profissionais que estão inseridos no mercado de trabalho acaba evidenciando exigências por parte dos possíveis novos empregados. "Quando o empregador tenta trazer o profissional qualificado para dentro da empresa, como a pessoa já está empregada, faz mais exigências para tornar a mudança ainda mais favorável", afirma Bertoni.

Ele revela ainda que essa postura dos trabalhadores faz parte de uma nova consciência que os profissionais adquiriram. "Tudo é uma evolução. Além de terem conhecimento da falta de profissionais qualificados no mercado, atualmente as pessoas conhecem mais sobre seus direitos e os deveres do empregador", explica.

Bertoni enumera também que as oportunidades de emprego acabam atraindo a atenção de quem está ocioso no mercado. Entretanto, neste caso o problema para o preenchimento das vagas se torna a falta de experiência e qualificação dos candidatos.

"Para preencher as vagas, temos dificuldade tanto em relação às condições em que os candidatos se apresentam, que não possuem especialização, quanto por parte das exigências, relativos a horários, condições de trabalho, níveis de segurança do trabalho. São dois extremos que acabam inviabilizando o preenchimento das vagas", define o diretor regional da Sert.

Serviço

Para se informar sobre as vagas disponíveis em Bauru e região, os interessados podem recorrer à Central de Atendimento do Emprega São Paulo, pelo telefone 0800-770-7378. Outra alternativa é comparecer ao Posto de Atendimento ao Trabalhador (PAT) de Bauru, que fica na unidade do Poupatempo da cidade.

Fonte: Jornal da Cidade – SP - Alexandre Padilha