Casas e prédios terão selo de eficiência de energia

Texto: Redação AECweb

Até o final do ano, selo de economia de energia deverá estar presente em casas e edifícios residenciais, que serão avaliados

21 de outubro de 2010 - Casas e edifícios residenciais deverão ter, até o final do ano, a etiqueta de eficiência energética conferida pelo Instituto Nacional de Meteorologia, Normalização e Qualidade Industrial (Inmetro). O selo de economia de energia, semelhante ao que é ostentado pelos eletrodomésticos, terá cinco níveis de classificação - do A (mais eficiente) ao E (menos eficiente).

Segundo Gustavo Kuster, gerente da divisão de programas de avaliação da conformidade do Inmetro, os edifícios serão avaliados no projeto e também após a construção. O selo será concedido com base na análise de itens como a estrutura física, os sistemas de iluminação e ar-condicionado e aproveitamento da luz do Sol e dos ventos, entre outros pontos.

"Os critérios foram elaborados para atender à demanda da sociedade por uma construção com menor impacto ambiental", diz. Kuster explica que os parâmetros deverão atender não apenas os edifícios residenciais de alto padrão, mas também condomínios habitacionais, como os do programa Minha Casa, Minha Vida, do governo federal.

Os critérios de eficiência energética estão disponíveis para consulta pública em inmetro.gov.br até o início de novembro. A publicação dos critérios está prevista para dezembro.

Fonte: O Estado de São Paulo