Banner AECweb
menu-iconPortal AECweb

Chuvas devem frear o setor da construção no Nordeste

Texto: Redação AECweb

Região que se destaca por aumento de investimentos, tem desempenho comprometido

29 de junho de 2010 - As chuvas que atingiram Alagoas e Pernambuco na última semana devem comprometer temporariamente o desempenho do setor da construção no Nordeste.

A região vem se destacando, ao lado dos Estados do Norte, graças à onda de investimentos em obras de infraestrutura de saneamento, energia e transportes e projetos ligados ao turismo.

No Norte, no primeiro trimestre deste ano, a comercialização de material de construção em Rondônia -que desponta com as obras das usinas do rio Madeira- registrou crescimento de 54,6% em relação ao mesmo período do ano passado.

Os dados fazem parte do novo relatório da Abramat (Associação Brasileira da Indústria de Materiais de Construção), elaborado pela FGV, que será divulgado hoje com abordagem de cada região.

Entre os Estados do Nordeste, o aumento foi de 17,7% no período. O destaque é o Ceará, com alta de 26,4%.

Os temporais, porém, devem desacelerar o andamento na região, diz Melvyn Fox, presidente da Abramat.

Pressão negativa semelhante foi verificada no Rio, que, devido às fortes chuvas que atingiram o Estado no início deste ano, cresceu apenas 12% nos três primeiros meses. "Esperamos que o próprio esforço de reconstrução impulsione novamente."

Fonte: Folha de S. Paulo - SP

x
Gostou deste conteúdo? Cadastre-se para receber gratuitamente nossos boletins: