CO-Rio busca engenheiros para obras

Texto: Redação AECweb

Problema foi revelado ontem pelo diretor-geral da Rio 2016


01 de setembro de 2011 - O Comitê Organizador dos Jogos Olímpicos de 2016 enfrenta dificuldades para encontrar mão de obra especializada para preencher vagas abertas na organização do evento. A carência maior é de engenheiros e especialistas em gerenciamento de projetos. O problema foi revelado ontem pelo diretor-geral da Rio 2016, Leonardo Gryner, que já admite buscar especialistas no exterior: “Hoje nós temos 181 funcionários envolvidos na organização do evento, quando a previsão era que chegássemos nesta época a 274. Como a economia brasileira está aquecida, faltam talentos no mercado”.

As vagas são oferecidas no site www.rio2016.org.br e já estão abertas para profissionais estrangeiros. Gryner disse que tem se esforçado para contratar mão de obra local. Americanos, no entanto, já foram contratados para postos-chave - na diretoria comercial, por exemplo.

Ao todo, a organização dos jogos mobilizará até cem mil pessoas, incluindo funcionários, pessoal terceirizado e voluntários.

Fonte: O Globo