menu-iconPortal AECweb

Comissão da Câmara aprova regras mais rígidas para revenda no MCMV

Texto: Redação AECweb/e-Construmarket

Projeto de Lei proíbe que beneficiário do programa Minha Casa, Minha Vida revenda imóvel que ainda esteja sendo pago e reduz prazo para ocupação de 5 anos para 1 ano

comissao proíbe venda de imóveis do minha casa minha vida
Medida visa diminuir o déficit habitacional (Crédito: divulgação/Planalto)

28/05/2018 | 12:15 – A Comissão de Finanças e Tributação da Câmara dos Deputados aprovou o Projeto de Lei 7141/17, que proíbe a venda de imóveis obtidos com recursos do Programa Minha Casa, Minha Vida que ainda não foram quitados.

A transação só poderá ser realizada caso o interessado em comprar o imóvel atenda a todos os requisitos do programa e assuma integralmente o saldo devedor previsto em contrato regular junto à instituição financeira.

De acordo com o texto, a regra abrange todas as faixas de preço e também reduz de 5 para 1 ano o prazo limite para a ocupação do imóvel. Segundo Fábio Mitidieri, deputado do PSD-SE e autor do projeto, a venda ou a não ocupação dos imóveis “acabam tendo um resultado negativo, porque o acesso à habitação deixa de ser destinado aos que mais precisam”.

A proposta será ainda analisada em caráter conclusivo pela Comissão de Constituição e Justiça e de Cidadania.

Quer saber as últimas notícias sobre o Minha Casa, Minha Vida? Acesse:

Zona Leste de SP terá 2,7 mil imóveis pelo Minha Casa, Minha Vida

Governo Federal anuncia propostas selecionadas do MCMV Faixa 1

Governo aumenta limite de renda para faixas intermediárias do MCMV

x
Gostou deste conteúdo? Cadastre-se para receber gratuitamente nossos boletins: