Comissão Municipal de Valores Mobiliários critica a nova PGV

Texto: Redação AECweb

Aumento do IPTU e os novos valores dos metros quadrados de São Paulo foram alvos de críticas

19 de novembro de 2009 - A Comissão Municipal de Valores Mobiliários, criada pela Prefeitura em 1989 para acompanhar a valorização dos terrenos da capital, criticou os novos valores dos metros quadrados de São Paulo e pediu diretamente para o governo municipal mais uma revisão da Planta Genérica de Valores (PGV), que dita o preço dos terrenos da cidade.

Segundo o conselho, os novos valores dados para a região da cracolândia são "totalmente fora da realidade da cidade" e precisam ser urgentemente alterados - caso contrário, construtoras não terão margem de lucro para investir na região. A opinião é compartilhada por todas as 14 entidades que participam da comissão.

Ainda de acordo com o conselho, que se reuniu extraordinariamente ontem justamente para discutir as mudanças na PGV e o aumento do IPTU, é preciso corrigir esses valores para não criar distorções futuras.

Outros bairros com preços muito acima ou muito abaixo do mercado imobiliário também foram apontados - uma reunião já foi pedida na Secretaria de Finanças para debater o tema.

Fonte: O Estado de S. Paulo - SP