Banner AECweb
menu-iconPortal AECweb

Compra de materiais para obra está com juros mais baixos

Texto: Redação AECweb

Caixa reduz taxa de financiamento e alonga prazo de pagamento para até 96 meses

24 de julho de 2012 - A Caixa Econômica Federal reduziu ontem os juros do financiamento para quem está fazendo obras. Pelo Construcard, a taxa mínima do crédito passou de 1,96% ao mês para 1,40%, e a máxima, de 2,35% para 1,85% ao mês. A decisão do governo de estimular a compra de material de construção visa aquecer as vendas do setor que em junho registrou queda de 2%. As novas condições já estão valendo.

O banco também ampliou o prazo de pagamento dos financiamentos. Agora, o consumidor pode quitar seus débitos em até 96 meses (oito anos). Inicialmente, o prazo era limitado a 60 meses (cinco anos). O cliente tem a opção da carência de ter seis meses para execução das obras.

O presidente da Caixa, Jorge Hereda, acredita que com as mudanças o banco garantirá as melhores condições de acesso ao crédito para os clientes. As alterações fazem parte do Programa Caixa Melhor Crédito.

"Vamos dar às famílias condições muito mais atrativas para construir ou reformar sua casa. Com essas novas medidas, o banco passa a ter uma das melhores taxas e o maior prazo, o que o mantém na liderança do mercado de crédito para materiais de construção", afirmou o executivo.

O orçamento da Caixa para financiar material de construção é da ordem de R$ 5 bilhões. Nos últimos cinco anos o Construcard liberou crédito para mais de 1,2 milhão de famílias no País.

De acordo com a Associação Brasileira da Indústria de Materiais de Construção (Abramat), o setor teve desempenho negativo em junho, com queda de 2% nas vendas, em comparação com o mês de maio deste ano. No primeiro semestre, a expansão foi de 2,6% ante igual período de 2011. "O resultado acumulado no primeiro semestre está abaixo da expectativa para o ano, que é de 3,4% de crescimento em relação a 2011", afirmou Walter Cover, presidente da Abramat.

Para ele, o setor só vai conseguir atingir a atual previsão em 2012 e dependerá de fortes investimentos públicos e privados.

Móvel embutido e aquecimento solar


O Construcard é usado por meio de cartão magnético para compra em lojas de materiais de construção conveniadas com a Caixa. São mais de 65 mil pontos comerciais conveniados em todo o País.

A modalidade de crédito também pode ser usada para compra de móveis embutidos e de sistemas de aquecimento solar.


 


Para usar a linha de crédito é preciso ser cliente da Caixa. É necessário ir a uma das agências do banco e apresentar documentos pessoais (identidade, CPF, comprovantes de endereço e de renda) para avaliação cadastral.

Segundo a Caixa Econômica, não há limite máximo para o valor do financiamento, que dependerá da capacidade de pagamento mensal do cliente.

Para clientes da Caixa, em muitos casos o limite já pode estar pré-aprovado, bastando fazer a opção pela contratação com o gerente da agência dele.

Fonte: O Dia

x
Gostou deste conteúdo? Cadastre-se para receber gratuitamente nossos boletins: