Banner AECweb
menu-iconPortal AECweb

Construção civil cresce 10% nos quatro primeiros meses de 2011

Texto: Redação AECweb

Movimento é impulsionado pelos projetos sociais que se concentram na região Nordeste do Brasil.

05 de setembro de 2011 - Os números da construção civil no Brasil e no Piauí mostram o tamanho das oportunidades para toda a cadeia produtiva do setor. Nos quatro primeiros meses deste ano houve crescimento de 10% sobre os recursos aplicados no setor, conforme dados do sistema de poupança sistematizados pela Câmara Brasileira da Indústria de Construção Civil (CBIC).

Tanto potencial de um mercado aquecido, que atinge todas as classes sociais, já despertou interesse de empresas nacionais para investimentos no Estado. A criação de novas unidades habitacionais é a tônica dos novos movimentos do setor. É o caso da Patrimônio Incorporadora, empresa paulista que chegou ao Piauí com três grandes empreendimentos de habitação: o Smille Horto, o Spazio Dell´Acqua e o condomínio Play Ilhotas, todos localizados na zona leste da capital.

Os investimentos são focados em plantas modernas e em infraestrutura que proporciona comodidade e bem-estar. Henrique Manzari, gerente de marketing da empresa, cita que a economia do Piauí avança e cria novos pólos econômicos como resultados do dinamismo no setor da construção civil. “Não há dúvidas de que o Nordeste e, especialmente, o Piauí, são hoje um mercado com aquecimento generalizado e com demanda de empreendimentos imobiliários residenciais para famílias que buscam cada vez mais comodidade”, afirmou.

Há um conjunto de fatores que possibilitou o aumento de renda da população local, como a disponibilidade de crédito para financiamentos e a oferta de produtos imobiliários antes escassos. O Nordeste é hoje o principal alvo dos R$ 34 bilhões dos programas de habitação do Governo Federal devido ao déficit habitacional de 2,4 milhões de moradias, que correspondem a 34% do país.

Apesar de o mercado estar aquecido no Brasil todo, o crescimento da região se sobressai porque, historicamente, mantém carências enormes, o que significa um grande potencial reprimido. Assim, o diferencial dos empreendimentos imobiliários é o que tem despertado os piauienses para a compra de imóveis cada vez mais modernos. A Patrimônio Incorporadora, por exemplo, oferece em seus empreendimentos segurança, espaços de lazer, comodidade e espaços exclusivos, como Circuito da Melhor Idade destinado aos idosos.

Além disso, os subsídios do governo e a capacidade de financiamento explicam o sucesso de uma investida imobiliária. “A chegada da empresa no Estado com empreendimentos diferenciados é uma oportunidade para as pessoas que buscam morar bem com todo conforto, comodidade e lazer”, completou Henrique Manzari.

Fonte: Cidade Verde

x
Gostou deste conteúdo? Cadastre-se para receber gratuitamente nossos boletins: