Construção Civil é o setor que mais espera contratar em 2010

Texto: Redação AECweb

Expectativa líquida de emprego cresceu de 7% no último trimestre de 2009 para 46% nos três primeiros meses de 2010

11 de dezembro de 2009 - A Construção Civil é o setor que mais espera contratar funcionários noprimeiro trimestre de 2010, segundo pesquisa realizada pela Manpower. De acordo com a apuração da empresa de recursos humanos, a expectativa líquida de emprego cresceu de 7% no último trimestre de 2009 para 46% nos três primeiros meses de 2010.

"A Construção Civil está mais otimista provavelmente por conta dos incentivos governamentais que impulsionam a construção de moradias nas cidades brasileiras", afirma Pedro Guimarães, diretor comercial da Manpower no Brasil. "Além disso, com os anúncios da Copa do Mundo e das Olimpíadas no Brasil, a área se movimenta para criar a infraestrutura necessária à realização dos jogos", completa.

Para Sergio Watanabe, presidente do SindusCon-SP (Sindicato da Indústria da Construção Civil do estado Civil de São Paulo), os dados levantados pela Manpower refletem o momento positivo pelo qual passa o setor. "A construção está aquecida e, mesmo com a queda do nível de emprego que ocorre sazonalmente no fim de cada ano, o saldo de 2009 certamente será positivo", avalia.

O presidente da Abecip (Associação Brasileira das Empresas de Crédito Imobiliário e Poupança), Luiz Antonio de França, concorda com os resultados da pesquisa. "Este ano foi bom, mas em 2010 veremos a curva ascendente", afirmou ele, ao destacar o crescimento do poder aquisitivo da população, com maiores possibilidades de compra da casa própria.

Resultados
O otimismo do setor deve-se em parte às expectativas de crescimento de 8,8% para 2010, segundo pesquisa realizada pela FGV-SP (Fundação Getúlio Vargas) e pelo SindusCon-SP, mas também aos próprios resultados de crescimento registrados em 2009. Somente em outubro, o setor registrou um número recorde de empregados, com 2,327 milhões de trabalhadores com carteira assinada, segundo pesquisa do SindusCon-SP e da FGV-SP (Fundação Getúlio Vargas).

Naquele mesmo mês, o setor contratou mais 30,6 mil trabalhadores (crescimento de 1,34% sobre setembro). Só no Estado de São Paulo, foram contratados no mês 4,6 mil trabalhadores (+0,71%). Com esses resultados, o setor atingiu nos dez primeiros meses do ano a marca de 242,6 mil admissões (aumento de 11,64% no acumulado do ano) no País.

Fonte: Construção Mercado