Banner AECweb
menu-iconPortal AECweb

Construção civil emprega mais 17,2 mil em maio

Texto: Redação AECweb

Resultado ainda indica acréscimo, de 0,51%, em relação a abril de 2012

26 de junho de 2012 - O crescimento do nível de emprego na construção civil brasileira desacelerou em maio, com a geração de mais 17.202 novos empregos com carteira assinada, segundo pesquisa elaborada pelo SindusCon-SP (Sindicato da Indústria da Construção Civil do Estado de São Paulo) em parceria com a FGV (Fundação Getulio Vargas).

O resultado, embora seja inferior aos 33,8 mil novos contratados em maio de 2011, ainda indica acréscimo, de 0,51%, em relação a abril de 2012. Nos primeiros cinco meses do ano, o setor empregou mais 186.921 trabalhadores (crescimento de 5,89%). No acumulado dos últimos 12 meses, foram contratados mais 238.962 pessoas (expansão de 7,65%).

No final de maio, o setor empregava 3,361 milhões de trabalhadores em todo país.

De acordo com o presidente do SindusCon-SP, Sergio Watanabe, “a desaceleração do crescimento do emprego na construção sinaliza que o nível da atividade no setor ainda se eleva, embora em um ritmo menor.”

No final de maio, a região Sudeste concentrava 1.694.949 trabalhadores da construção civil no país; seguida pelo Nordeste (715.926); Sul (475.278); Centro-Oeste (273.537) e a região Norte (201.442).

A região Norte apresentou o melhor crescimento porcentual (1,59%) no comparativo mês a mês, seguida pela Centro-Oeste (1,21%), a Sul (0,93%) e a Sudeste (0,36%). A região Nordeste registrou relativa estabilidade (0,04%).

Estado de São Paulo - Em maio, as empresas da construção no Estado de São Paulo somavam 857.729 empregados com carteira assinada, indicando ligeira queda de 0,09% em relação a abril, com o fechamento de 801 vagas. No período, o emprego no setor registrou crescimento na capital paulista (+372 trabalhadores), em Santo André (+571), em São José dos Campos (+365) e em Bauru (+410).

No acumulado do ano, a construção paulista contratou mais 41.424 trabalhadores (+5,07%) e no acumulado de 12 meses, mais 43.843 empregados (+5,39%).

Fonte: Sinduscon – SP

x
Gostou deste conteúdo? Cadastre-se para receber gratuitamente nossos boletins: