Construção Civil: inflação quase dobra em 2008

Texto: Redação AECweb

Materiais foram os principais responsáveis pela aceleração do índice

A redução do ritmo da construção civil contribuiu para o Índice Nacional da Construção Civil (Sinapi), calculado pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) em convênio com a Caixa Econômica Federal, registrar alta de 0,62% em dezembro, uma queda de 0,19 ponto percentual em relação a novembro. Apesar disso, a inflação no setor quase dobrou em 2008, passando de 6,08%, em 2007, para 11,73%, elevando o preço do metro quadrado para R$ 676,78.

Os materiais foram os principais responsáveis pela aceleração do índice, já que ficaram 13,78% mais caros, muito acima dos 5,25% registrados em 2007. A parcela do custo referente à mão-de-obra aumentou 8,97% e também ficou acima da registrada no ano anterior (7,21%).

Segundo o IBGE, em maio, houve uma importante alta do custo influenciada pelo aumento salarial dos trabalhadores da construção civil da cidade de São Paulo. "Mas a partir de outubro a tendência declinante deveu-se, em grande parte, à participação dos materiais, cujos preços mantiveram-se em níveis próximos de janeiro a maio, tendo sofrido significativa elevação a partir de junho, até atingirem o pico no mês de setembro (aumento de 2,03%), para, em seguida, caírem linearmente até dezembro", aponta nota técnica.

Fonte: Investnews, 09/01/2009 - Vanessa Stecanella