Construção civil tenta vencer gargalos no Rio Grande do Sul

Texto: Redação AECweb

Desafio para manter o ritmo será vencer alguns gargalos do mercado, como a falta de mão de obra qualificada e de infraestrutura dos órgãos públicos

01 de abril de 2011 - O desempenho da construção civil gaúcha, em 2010, foi um dos melhores das últimas duas décadas, com crescimento de 8,73% em relação ao ano interior. O desafio, no entanto, para manter o ritmo será vencer alguns gargalos do mercado, como a falta de mão de obra qualificada e de infraestrutura dos órgãos públicos. Nesse caso, a gestão burocratizada ainda prevalece na maioria dos órgãos, emperrando os processos de liberação dos projetos, por exemplo. Essas questões e os avanços do setor foram tratados pelo presidente do Sindicato das Indústrias da Construção Civil do RS (Sinduscon-RS), Paulo Garcia, ontem, durante palestra "A construção civil e o crescimento econômico", no Meeting Jurídico, promovido pela Federasul.

Para o empresário, a baixa qualificação e a falta de mão de obra no mercado são os grandes desafios do setor para 2011, mesmo tendo criado 18.146 novos empregos no Estado. De acordo com o executivo, a situação poderia ser melhor se o governo federal implementasse políticas de capacitação e qualificação profissional e se houvesse uma revisão na legislação trabalhista.

O Sinduscon, em parceria com entidades de ensino, promoveu cursos para qualificar trabalhadores em 2010 e, neste ano, a prática será mantida e ampliada.

Fonte: Correio do Povo - RS