Banner AECweb
menu-iconPortal AECweb

Construção reduz ritmo de expansão

Texto: Redação AECweb

Indicador continua positivo apesar do recuo de pontos

01 de junho de 2010 - O ritmo de crescimento do nível de atividade na construção civil caiu em abril, na comparação com março, quando registrou 53,9 pontos, 1,9 ponto abaixo dos 55,8 pontos, de acordo com a Confederação Nacional da Indústria (CNI), responsável pela pesquisa. Apesar do recuo, o indicador ainda é positivo por situar-se acima dos 50 pontos. Abaixo disso, o resultado é considerado negativo. A pesquisa foi feita com 329 empresas, sendo 171 pequenas, 124 médias e 34 grandes, entre 30 de abril e 20 de maio.

As pequenas companhias do setor de construção civil pisaram no freio, registrando diminuição da atividade e caindo da linha divisória. Saíram dos 51,4 pontos em março para 49,9 pontos. Também as médias e grandes empresas apresentaram menor expansão, de acordo com o levantamento, embora ainda tenham níveis bastante positivos.

As médias empreiteiras apontaram queda na atividade para 54,7 pontos, ante 57,4 pontos no mês anterior. As grandes incorporadoras saíram dos 58 pontos para 56,6 pontos em abril.

O recuo nos negócios, no primeiro mês do segundo trimestre do ano, não afetou as boas expectativas que os empresários da construção civil têm para este ano. O indicador sobre a percepção relativa à evolução da atividade nos próximos seis meses subiu de 66 pontos em abril para 66,4 pontos em maio. O avanço mais esperado é com relação ao desenvolvimento de obras de infraestrutura do Programa de Aceleração do Crescimento PAC), que saiu de 64,3 para 64,9 pontos.

Fonte: Valor Econômico - SP

x
Gostou deste conteúdo? Cadastre-se para receber gratuitamente nossos boletins: