Banner AECweb
menu-iconPortal AECweb

Construtora conclui a estrutura de um dos maiores prédios do Brasil

Texto: Redação AECweb/e-Construmarket

O Ícone Planeta, em Sorocaba, tem 45 andares e 141 metros de altura

foto do edifício Icone Planeta, em Sororcaba
A estimativa é que a obra seja finalizada em 2023 (Foto: Königsberger Vannucchi Arquitetos Associados/Divulgação)

28/09/2022 | 15:36  A Construtora Planeta acaba de anunciar o fim da construção da estrutura do Ícone Planeta, que, com 45 andares e 141 metros de altura, será um dos maiores edifícios do Brasil. A obra, que fica em Sorocaba, no interior do estado de São Paulo, abriga 86 apartamentos, de 150 a 173 metros quadrados.

A construção é fruto da parceria entre o escritório paulista Königsberger Vannucchi Arquitetos Associados, responsável pelo projeto, e a Construtora Planeta. Descrita como uma referência para o mercado imobiliário nacional, a iniciativa representa um marco para a história da empresa. “Realizamos um projeto ousado, já que não há edifícios semelhantes no interior do Estado de São Paulo com uma infraestrutura tão robusta. Estamos registrando o nome da Planeta na história da construção civil brasileira com um empreendimento exclusivo e primoroso”, afirma Ricardo Guimarães, presidente da Construtora Planeta.

Segundo o relatório relativo ao processo de edificação do Ícone Planeta, os 45 andares — sendo 38 de apartamentos — foram construídos de forma escalonada, para garantir sua solidez e segurança. Assim, para ocupar os 2.781 metros quadrados do terreno, foram utilizadas mais de mil toneladas de aço, 324 mil blocos de alvenaria e quase 17 mil metros quadrados de piso.

Ao descrever o interior dos apartamentos, a empresa conta que foi adicionada uma série de amenidades. Pensando em uma otimização residencial de série, foram adicionadas janelas com persiana elétrica, pisos com atenuação de ruído, infraestrutura completa para instalação de ar-condicionado na suíte máster e sala, sistema de recirculação de água quente, terraço e áreas molhadas com porcelanato retificado, infraestrutura para instalação de coifa na cozinha e terraço, triturador de alimentos e churrasqueira a gás.

Nas áreas comuns, o prédio ganhou hall social privativo, cozinha integrada ao terraço gourmet, elevadores de alta velocidade com controle de acesso e possibilidade de personalização das unidades. Os moradores também poderão usufruir de piscina para adultos com raia de 25m, piscina infantil e deck molhado, quadra esportiva, playground, pet place, praça de convivência, espaço gourmet e salão de festas com possibilidade de integração entre os ambientes, brinquedoteca, bike rack, fitness e pilates.

“O Ícone oferece itens compatíveis aos melhores empreendimentos do Brasil, o que o eleva para um patamar de altíssimo padrão, em um projeto moderno e único”, complementa Guimarães.

Maior que o famoso Edifício Copan, que fica na capital paulista e possui 115 metros, o Ícone Planeta também retrata um compromisso da empresa com a sustentabilidade, já que o prédio ainda foi equipado com energia fotovoltaica para área de lazer, ponto para recarga de carros elétricos com energia fotovoltaica, containers independentes para coleta seletiva e lixo comum, iluminação de áreas comuns em LED, sistema de reuso de água pluvial para torneiras de lavagem e irrigação e sistema de climatização na piscina.

Ao abordar os desafios para a edificação de um projeto dessa magnitude, os idealizadores citaram a logística e o transporte de materiais nos pontos mais altos da estrutura. Segundo eles, foi uma operação complexa pela verticalização, principalmente nos dias em que o vento tem mais velocidade.

Para tanto, eles contaram com o auxílio do escritório França & Associados, que realizou o cálculo estrutural do empreendimento com base em uma série de testes, realizados em túneis de vento. A prototipagem determinou quais esforços de carga poderiam ser feitos ao longo da construção.

“A Planeta reuniu profissionais extremamente capacitados para garantir que este projeto, de alta complexidade, fosse executado com muita qualidade e segurança. Esta obra nos provoca sempre a trabalhar de forma diferente do convencional, com cada vez mais excelência”, afirma Rodrigo Mikami Taneishi, Gerente Geral de Obras da Construtora Planeta.

Antes mesmo da conclusão da estrutura, o acabamento da fachada do Ícone começou a ser executado, em junho, até a primeira metade do edifício. Outra frente de trabalho também avança para concluir o interior dos apartamentos. A estimativa é que a obra seja finalizada em 2023.

x
Gostou deste conteúdo? Cadastre-se para receber gratuitamente nossos boletins: