Banner AECweb
menu-iconPortal AECweb

Construtoras fazem mudança rápida de curso

Texto: Redação AECweb

Boas expectativas animam o setor

27 de março de 2009 - Um dia depois do anúncio do pacote habitacional, construtores puseram suas equipes para rever o planejamento e priorizar empreendimentos econômicos, até R$ 130 mil. A expectativa do mercado é que o pacote atenue ainda o tamanho dos cortes nos lançamentos previsto para 2009 que se estimava seriam de 25% a 30%.

- Temos condições de crescer novamente - diz Rogério Chor, presidente da Associação de Dirigentes de Empresas do Mercado Imobiliário do Rio (Ademi/RJ).

Rogério Zylberstajn, vice-presidente da RJZ/Cyrela, que planejava corte de cerca de 30%, diz já ter terrenos em casa para atender ao pacote: - A redução no corte depende da rapidez do governo de implementar o pacote e das prefeituras em aprovar os projetos.

A Rossi - que divulgou seus resultados ontem com crescimento de 38% no volume de vendas - informa que 41% de seu estoque de terreno é voltado ao segmento econômico.

- Já atendemos a faixa de três a dez salários mínimos, e agora estamos nos estruturando para a de um a três - Cássio Audi, diretor da Rossi.

Segundo o secretário estadual de Habitação, Leonardo Picciani o Rio deverá contar com 7,5% dos recursos do pacote: R$ 2,55 bilhões de um total de R$ 34 bilhões.

Fonte: O Globo

x
Gostou deste conteúdo? Cadastre-se para receber gratuitamente nossos boletins: