Contratos novos de aluguel em SP sobem 17,5% em 12 meses

Texto: Redação AECweb

Constatação é de levantamento do Secovi. Escassez de imóveis faz subir valor dos contratos, diz entidade

22 de julho de 2011 - Os contratos novos de aluguéis de casas e apartamentos fechados em junho deste ano na cidade de São Paulo apresentaram alta média de 17,56% no acumulado dos últimos 12 meses, de acordo a Pesquisa Mensal de Locação Residencial do Sindicato das Empresas de Compra, Venda, Locação e Administração de Imóveis Residenciais e Comerciais de São Paulo (Secovi-SP). No mês foi apurada alta de 1% em relação a maio.

A alta é bem superior ao reajuste previsto para a renovação de contratos com vencimento em julho, que será de 8,65% - seguindo a variação do Índice Geral de Preços do Mercado (IGP-M) nos últimos 12 meses.

Em nota, Francisco Crestana, vice-presidente de Gestão Patrimonial e Locação da entidade, afirma que a variação do preço dos aluguéis novos está proporcionalmente mais alta do que os contratos em andamento devido a escassez de imóveis para alugar em várias regiões.

Fonte: G1