Contratos novos de aluguel sobem 14% em São Paulo

Texto: Redação AECweb

De acordo com o Sinduscon, tendência é que essa distância diminua

26 de junho de 2012 - Os contratos novos de aluguel residencial na cidade de São Paulo subiram, em média, 14,1% nos últimos 12 meses terminados em maio, segundo o Secovi-SP (sindicato da habitação). Na relação com abril, a variação foi de 1,5%.

De acordo com Roberto Akazawa, gerente da associação, a escassez de oferta é o que mantém os aumentos superiores à inflação.

Mas, ainda segundo o Secovi-SP, a tendência é que essa distância diminua.

O aumento de preços foi puxado pelos imóveis menores, de um e dois quartos.

"O pico de aumento foi em novembro [quando a alta foi de 19,8%]. A partir daí, a tendência tem sido de redução do ritmo porque os preços estão em um patamar elevado", afirma Akazawa.

Fonte: Folha de São Paulo