Banner AECweb
menu-iconPortal AECweb

Convenção coletiva garante reajuste de 8,01% para setor de construção civil

Texto: Redação AECweb

Trabalhadores tiveram reajuste salarial e os já contratados receberão o valor proporcional conforme tabela

25 de maio de 2010 - Os presidentes do Sindicato da Indústria da Construção Civil do Estado de São Paulo (SindusCon-SP), Sergio Watanabe, e do Sindicato dos Trabalhadores nas Indústrias da Construção Civil de Osasco e Região, José Roberto Silva dos Santos, assinaram ontem (24) Convenção Coletiva de Trabalho relativa à data-base de 1º de maio.

Os trabalhadores tiveram reajuste salarial de 8,01%. Aqueles que haviam sido contratados a partir de 1º de maio de 2009 até 30 de abril de 2010 tiveram reajuste proporcional, conforme tabela constante da convenção.

Pelo acordo, trabalhadores não qualificados como serventes, contínuos, vigias e funções que não demandem formação profissional receberão R$ 829,40 mensais. Profissionais qualificados como pedreiros, armadores, carpinteiros, pintores passarão a receber R$ 990,00 mensais.

Outros itens da convenção indicam que o valor do tíquete-refeição subiu para R$ 12,50 enquanto a cesta básica manteve-se em 36 quilos. As empresas, a partir de agora, deverão entregar as cestas no domicílio do trabalhador até o dia 10 de cada mês.

Além do café da manhã, as empresas deverão fornecer aos trabalhadores diretamente ligados à produção lanche da tarde (um copo de leite, café e um pão tipo francês com margarina) entre 15 horas e o término da jornada de trabalho, a critério do empregador. Tratando-se do café da manhã e o do lanche da tarde, a parte não subsidiada pela empresa não poderá ser superior a 1% do salário-hora do trabalhador.

Na ocorrência de morte ou invalidez permanente por acidente de trabalho, a empresa deverá pagar aos dependentes uma indenização mínima de R$ 30 mil reais. A empresa que mantiver seguro de vida em grupo para os seus empregados ficará isenta.

Fonte: DCI - SP

x
Gostou deste conteúdo? Cadastre-se para receber gratuitamente nossos boletins: