Cresce valor de incorporações, obras e serviços da construção

Texto: Redação AECweb

Número de empresas ativas com uma ou mais pessoas ocupadas na indústria da construção aumentou em 11,6%, de 57 mil em 2008 para 64 mil em 2009

20 de junho de 2011 - O Instituto Brasileira de Geografia e Estatística (IBGE) informou na última sexta-feira (17) que em 2009, as empresas de construção realizaram incorporações, obras e serviços no valor de R$ 199,5 bilhões, registrando crescimento, em termos reais, de 12,1% na comparação com o ano anterior. Excluindo-se as incorporações, o valor das obras e serviços da construção atingiu R$ 193,7 bilhões e, desse montante, R$ 85,5 bilhões vieram das obras contratadas por entidades públicas, que representaram 44,1% do total das construções, participação ligeiramente maior do que a verificada em 2008 (43,2%).

O número de empresas ativas com uma ou mais pessoas ocupadas na indústria da construção aumentou em 11,6%, de 57 mil em 2008 para 64 mil em 2009.

O gasto total com o pessoal ocupado correspondeu a 30,3% do total dos custos e despesas das empresas de construção (0,9 ponto percentual a mais do que em 2008) e chegou a R$ 48,3 bilhões, sendo R$ 31,8 bilhões em salários, retiradas e outras remunerações.

Entre as empresas de construção com 30 ou mais pessoas ocupadas, os produtos das obras de infraestrutura se destacaram em 2009 pela contribuição de 49,7% do total dos valores das obras e/ou serviços (R$ 83,1 bilhões), apesar de ter registrado perda de participação de 1,2 p.p. em relação a 2008. Já os grupos de obras residenciais e de edificações industriais, comerciais e outras edificações não residenciais, contribuíram com 17,1% e 18,4% para o total do valor das obras e/ou serviços em 2009 e aumentaram suas participações em 2,4 p.p. e 0,5 p.p. em relação a 2008, respectivamente.

Em 2009, o universo de empresas com uma ou mais pessoas ocupadas na indústria da construção abrangeu 64 mil empresas ativas, um aumento de 11,6% sobre as 57 mil empresas observadas em 2008. Além disso, o valor das incorporações, obras e/ou serviços executados teve crescimento real de 14,8% para as empresas com 30 ou mais pessoas ocupadas (estrato certo da pesquisa).

Tal como no ano anterior, em 2009 as empresas da atividade de obras de infraestrutura se destacaram com participação de 47,0% do total da receita bruta (R$ 95,8 bilhões), menos 1,6 ponto percentual frente à participação observada em 2008 (48,6%, ou R$ 81,0 bilhões). Já as empresas do setor de edificações contribuíram com cerca de R$ 80,4 bilhões em 2009, 39,5% do total, crescendo 3,3 p.p. em relação a 2008 (R$ 60,3 bilhões), enquanto as empresas de serviços especializados para a construção, que tiveram R$ 27,6 bilhões de receita bruta em 2009, responderam por 13,5% do total, perdendo participação em relação a 2008 (15,2%).

Fonte: Investimentos e Notícias