Banner AECweb
menu-iconPortal AECweb

Crescimento da construção civil desacelera em julho

Texto: Redação AECweb

Indústria registrara 52,4 pontos em junho e 53,1 pontos em maio, meses em que retomou o crescimento este ano

26 de agosto de 2011 - O crescimento da atividade da indústria da construção civil desacelerou pelo segundo mês consecutivo, com 51 pontos em julho, mostrou a Sondagem Indústria da Construção, divulgada pela Confederação Nacional da Indústria (CNI) nesta quinta-feira. Os indicadores variam de zero a cem. Valores acima de 50 mostram aumento na atividade, atividade acima do usual e expectativa positiva.

Segundo os dados da pesquisa, a indústria da construção registrara 52,4 pontos em junho e 53,1 pontos em maio, meses em que retomou o crescimento este ano. De janeiro a abril o setor assinalara queda na atividade, com indicadores abaixo dos 50 pontos.

De acordo com o economista da CNI Danilo Garcia, o crescimento moderado do setor em julho foi causado, sobretudo, pela queda da atividade das pequenas empresas, que registraram 47 pontos. Na direção oposta, estão as empresas de grande porte, que tiveram expansão ao registrar 54,8 pontos. As médias empresas assinalaram crescimento moderado, com 51 pontos.

“Essa queda de atividade das pequenas empresas é explicada pela maior dificuldade de se recuperarem da desaceleração pela qual passou todo o setor de construção no começo do ano”, explica Garcia.

Em relação ao nível de atividade usual nos meses de julho, o indicador ficou em 50 pontos, o que mostra que o nível de atividade foi igual ao esperado para o mês. Esse indicador também apresenta desempenho diferenciado por porte das empresas. Enquanto o das grandes empresas ficou em 53,2 pontos, sinalizando atividade maior do que o usual para o mês, o indicador das pequenas empresas registrou 47,1 pontos, mostrando retração da atividade em relação ao usual. As médias marcaram 49,4 pontos, o que, segundo Garcia, indica estabilidade, já que esse indicador ficou próximo da linha divisória dos 50 pontos.

Na evolução do número de empregados, a construção civil registrou 51,5 pontos em julho, representando crescimento moderado no número de oferta de vagas de trabalho no setor.

Fonte: Investimentos e Notícias

x
Gostou deste conteúdo? Cadastre-se para receber gratuitamente nossos boletins: