Banner AECweb
menu-iconPortal AECweb

CUB | Veja como o indicador está em junho de 2024

Texto: Vinícius Veloso

Canteiro de obras da construção civil

06/06/2024 | 11:00 — O Custo Unitário Básico (CUB) no estado de São Paulo em junho de 2024 é R$ 1.986,73. Calculado pelo SindusCon-SP e pela Fundação Getulio Vargas (FGV), o indicador teve variação de 1,22% em maio e acumula alta de 2,29% nos últimos 12 meses.

Considerado o índice oficial que demonstra como os custos para construtoras variam ao longo do tempo, o CUB precisa ser obrigatoriamente empregado nos registros de incorporação dos empreendimentos imobiliários. Além disso, trata-se de um indicador importante que afere as flutuações nos preços dos serviços e da mão de obra utilizados no mercado da construção civil.

Clique aqui, siga o canal do Portal AECweb no WhatsApp e receba os melhores conteúdos sobre construção civil no seu celular.

Em maio de 2024, o CUB teve variação de 1,66% nos custos administrativos (salários dos engenheiros). Já em relação à mão de obra, a variação foi de 2%. Nos últimos 12 meses, as alterações acumuladas desses dois indicadores estão em 3,27% e 3,40%, respectivamente.

Considerando os materiais, a alta dos custos observada em maio de 2024 é de 0,14%, o que faz com que o acumulado em 12 meses seja 0,72%.

De acordo com o SindusCon-SP e com a FGV, em maio, 13 insumos tiveram seus custos elevados com índices acima do IGP-M. Com destaque para:

  • Fio cobre antichama isol. 750 V 2,5 mm² (2,60%)
  • Locação de betoneira elétrica 320 l (2,49%)
  • Brita 2 (2,23%)
  • Alimentação tipo marmitex número 8 (2,04%)

Nos projetos com desoneração da folha de pagamentos, o CUB apresentou variação positiva em maio de 2024 (1,16%). Nesse grupo, o custo médio da construção paulista está em R$ 1.852,60 por metro quadrado. A porcentagem acumulada em 12 meses se encontra em 2,20%.

Confira outros índices da Construção Civil:

Taxa Selic
Empregos na construção
Valor do metro quadrado (SINAPI)
Reajuste do aluguel (IGP-M, IPCA e INPC)
Mercado imobiliário (vendas e lançamentos)
Preço do aluguel residencial

Variação do CUB

Confira, na tabela abaixo, como o CUB de São Paulo variou durante os últimos 12 meses.

PeríodoValoresVariação mensalAcumulado 12 meses
Maio de 2024R$ 1.986,731,22%2,29%
Abril de 2024R$ 1.962,690,05%2,51%
Março de 2024R$ 1.961,780,10%2,76%
Fevereiro de 2024R$ 1.959,870,10%2,47%
Janeiro de 2024R$ 1.957,890,00%2,37%
Dezembro de 2023R$ 1.957,950,00%2,31%
Novembro de 2023R$ 1.957,930,12%2,48%
Outubro de 2023R$ 1.955,60-0,05%2,51%
Setembro de 2023R$ 1.956,58-0,05%2,60%
Agosto de 2023R$ 1.957,540,05%2,59%
Julho de 2023R$ 1.956,490,09%2,52%
Junho de 2023R$ 1.954,650,64%3,18%

Variação do CUB em outros estados

O CUB é calculado regionalmente pelos diferentes Sindicatos da Indústria da Construção Civil, com base nos preços dos produtos e serviços ligados ao setor. Confira, na tabela abaixo, quais foram as variações mais atualizadas em cada um dos estados brasileiros.

EstadoValoresVariação mensalAcumulado 12 meses
Alagoas (AL)R$ 1.785,950,28%3,68%
Amazonas (AM)R$ 2.196,860,47%7,15%
Bahia (BA)R$ 1.925,261,36%0,54%
Ceará (CE)R$ 1.825,91-0,86%6,58%
Distrito Federal (DF)R$ 2.037,391,78%5,10%
Espírito Santo (ES)R$ 2.506,661,50%4,10%
Goiás (GO)R$ 2.376,64-0,43%3,21%
Maranhão (MA)R$ 1.675,430,12%3,67%
Mato Grosso (MT)R$ 2.756,07-0,59%4,14%
Mato Grosso do Sul (MS)R$ 1.666,83-0,03%3,39%
Minas Gerais (MG)R$ 2.213,380,39%2,63%
Pará (PA)R$ 1.981,540,35%2,35%
Paraíba (PB)R$ 1.573,151,17%1,24%
Paraná (PR)R$ 2.315,750,21%3,72%
Pernambuco (PE)R$ 2.012,092,60%3,59%
Rio de Janeiro (RJ)R$ 2.201,200,41%3,62%
Rio Grande do Sul (RS)R$ 2.428,650,38%1,00%
Roraima (RO)R$ 1.948,510,11%5,55%
Santa Catarina (SC)R$ 2.758,460,03%2,59%

Além disso, também há o CUB Brasil — média ponderada nacional calculada para servir como referência para os preços regionais. A atualização mais recente é a de março de 2024, quando o CUB Brasil ficou em R$ 2.081,52, tendo variado 0,17% em relação a fevereiro e com acumulado de 3,06% em 12 meses.

Por que o CUB é importante?

Instituído pela Lei Federal 4.591/64 (artigo 54), o CUB apresenta os valores de referência para a execução de projetos imobiliários por metro quadrado. Cada SindusCon tem até o dia 05 do mês para divulgar a atualização do índice, que auxilia as construtoras durante a estimativa dos principais itens do orçamento. Vale destacar que o indicador apresenta o custo parcial da obra, ou seja, não leva em conta investimentos adicionais como fundações, rebaixamento de lençol freático, equipamentos e instalações, além de outras atividades e serviços complementares.

x
Gostou deste conteúdo? Cadastre-se para receber gratuitamente nossos boletins: