CUB oscila 0,08% em novembro

Texto: Redação AECweb

Custos das construtoras com materiais de construção sofreram variação mínima de 0,01%.

01 de dezembro de 2011 - O CUB (Custo Unitário Básico) da construção civil do Estado de São Paulo registrou em novembro um aumento de 0,08% em relação a outubro. Calculado pelo SindusCon-SP (Sindicato da Indústria da Construção Civil do Estado de São Paulo) e pela FGV (Fundação Getulio Vargas), o CUB é o índice oficial que reflete a variação dos custos do setor para a utilização nos reajustes dos contratos de obras.

Em novembro, os custos das construtoras com materiais de construção sofreram variação mínima de 0,01% em comparação a outubro. Os custos com mão de obra aumentaram 0,13% e os salários dos engenheiros permaneceram inalterados pelo terceiro mês consecutivo. A média ponderada entre os três itens resultou na variação de 0,08% do CUB representativo da construção paulista (RN-8), que neste mês ficou em R$ 954,98 por metro quadrado.

No acumulado de 2011, o CUB registrou alta de 5,84%. Nos últimos 12 meses encerrados em novembro, a variação também é de 5,84%.

Ainda em novembro, seis dos 41 insumos da construção pesquisados variaram acima do IGP-M do mês, que aumentou 0,5%. Veja abaixo:

Alimentação tipo marmitex n°8 - 1,17%;

Fechadura, tráfego moderado acab. cromo - 0,61%;

Esquadrias correr 4 folhas al. 2,0x1,4m - 0,60%;

Bloco de concreto 19x19x39cm - 0,53%;

Tábua de madeira de 3ª p/const. E=2,5cm - 0,53%;

Cerâmica esmaltada 20x20cm PEI III - 0,52%.

Fonte: Sinduscon - SP