Custo da construção civil aumentou 0,23% no País em março, diz FGV

Texto: Redação AECweb/e-Construmarket

Puxado pelos preços de materiais, equipamentos e serviços, índice de inflação setorial calculado pela Fundação Getúlio Vargas acelera entre fevereiro e março

Custo da construção civil sobe em março
Cinco capitais apresentaram aceleração das taxas de variação (crédito: Bannafarsai_Stock/shutterstock)

09/04/2018 | 09:25 – O Índice Nacional de Custo da Construção – M, calculado pela Fundação Getúlio Vargas, registrou alta de 0,23% em março – variação superior aos 0,14% observados em fevereiro. A inflação foi puxada pelo grupo de preços composto por materiais, equipamentos e serviços, que ficaram 0,50% mais caros. O grupo de preços referente à mão de obra não registrou variação na passagem de fevereiro para março.

O subgrupo correspondente a materiais e equipamentos apresentou variação de 0,47%, superior aos 0,40% verificados e fevereiro. A parcela referente a serviços passou de uma taxa negativa em fevereiro (-0,01%) para 0,59% em março. Neste subgrupo, vale mencionar a aceleração dos preços de projetos, que passaram de de -1,47% para 1,26%.

Cinco capitais apresentaram aceleração em suas taxas de variação: Salvador, Brasília, Belo Horizonte, Rio de Janeiro e São Paulo. Em contrapartida, Recife e Porto Alegre registraram desaceleração

Quer saber as últimas notícias sobre construção civil? Acesse:

Governo aumenta limite de renda para faixas intermediárias do MCMV

MS e Prefeitura fazem mutirão para construir casas em Campo Grande