Banner AECweb
menu-iconPortal AECweb

Custo da construção civil varia 0,79%, pressionado por acordos coletivos

Texto: Redação AECweb/e-Construmarket

Custo nacional da construção, por m², foi de R$ 845,10, segundo IBGE. Índice teve alta de 0,5 ponto percentual em relação ao resultado de julho

05 de setembro de 2012 - O custo nacional da construção teve variação de 0,79% em agosto, o que significa alta de 0,5 ponto percentual ante a variação registrada em julho (0,29%). Em relação a agosto do ano passado, a diferença foi de 0,65 ponto percentual, já que o índice havia variado 0,14% na ocasião.

De acordo com o Índice Nacional da Construção Civil (Sinapi), divulgado nesta quarta-feira (5) pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), o custo nacional da construção, por metro quadrado, foi de R$ 845,10 em agosto, contra R$ 838,46 no mês anterior.

Desde valor, R$ 449,30 se referem a gastos com materiais e R$ 395,80 diz respeito à mão de obra.

A parcela da mão de obra apresentou uma variação de 1,26%, crescendo 0,72 ponto percentual em relação ao mês anterior (0,54%). Já os materiais registraram uma diferença de 0,31 ponto percentual ao passarem de 0,07%, em julho, para 0,38%, em agosto.

Até o momento, o indicador acumula alta de 4,38% no ano e de 5,49% em 12 meses.

A maior variação regional em agosto foi a da região Centro-Oeste, com alta de 3,08%, seguida da região Sul, onde a variação foi de 1,92%. A menor variação ocorreu na região Sudeste, com ala de 0,08% no período.

Greve

O IBGE informou que os dados do Sinapi de agosto não foram afetados pela greve dos servidores do instituto, que durou até a última semana do mês passado. Em julho, a coleta dos dados da Paraíba não foi realizada em razão da paralisação.

Para suprir a participação dos 2,20% do Estado na formação do índice nacional e compor os cálculos de julho, resguardando a série histórica, foram utilizadas estimativas de preços a partir da variação dos itens pesquisados nos Estados da região Nordeste, cuja participação é de 31,34% no total do Sinapi.

O Sinapi é calculado pelo IBGE em convênio com a Caixa Econômica Federal.

Fonte: G1

x
Gostou deste conteúdo? Cadastre-se para receber gratuitamente nossos boletins: