Demanda no setor imobiliário aumenta, mas falta qualificação

Texto: Redação AECweb

Na busca pelo aperfeiçoamento dos profissionais que atuam no mercado, o Secovi-SP lança novas alternativas, como o MBA com ênfase em Financiamentos Imobiliários

23 de março de 2011 - Entre 2002 e 2010, o número de unidades financiadas pelo SBPE (Sistema Brasileiro de Poupança e Empréstimo) aumentou cerca de 15 vezes, obrigando os agentes econômicos que atuam no segmento imobiliário a ampliarem suas equipes e contratar mão de obra especializada, em todos os níveis. O que não os empresários não esperavam era que o aquecimento do mercado seria tão expressivo a ponto de faltar profissionais qualificados para atuarem nas diversas frentes de trabalho e no atendimento das demandas imobiliárias. Uma das principais carências percebidas é a falta de especialistas em crédito imobiliário.

 “O mercado nacional passou por duas décadas de estagnação e os agentes financeiros se viram despreparados para atender ao grande volume de financiamentos à produção e aquisição de imóveis dos últimos seis anos. A volta do crédito imobiliário às prateleiras dos bancos impulsionou a profissionalização das suas áreas de atendimento, inclusive com a criação de centros específicos para os clientes do setor. Porém, muito ainda tem de ser feito em termos de profissionalização, a fim de diminuir ainda mais a burocracia do processo de aprovação do produto e do crédito”, opina Celso Petrucci, economista-chefe do Secovi-SP (Sindicato da Habitação).

O cenário para este profissional é mais do que favorável. Para se ter uma ideia, em 2010, o volume de crédito imobiliário concedido com recursos da caderneta de poupança atingiu R$ 56 bilhões e, em 2011, esse montante é estimado em R$ 75 bilhões.

Atualmente, uma das opções de qualificação para esse o mercado é o MBA em Financiamento e Negócios Imobiliários desenvolvido em parceria entre o Secovi-SP, a Abecip (Associação Brasileira das Entidades de Crédito Imobiliário e Poupança) e a UBS (União Business School). O curso apresenta novos aspectos da economia brasileira, abordando estratégias empresariais, conceitos e aplicações de sustentabilidade, contabilidade, tributações, matemática financeira, produtos de crédito imobiliário, sistemas financeiros e gestão de cadeia de valor, entre outros temas.

“Nossa proposta é aperfeiçoar o conhecimento de gestores e profissionais, aprofundando os estudos sobre as inúmeras alternativas de crédito imobiliário e os meandros da economia do mercado, com ênfase nos aspectos econômicos, jurídicos, financeiros do segmento”, explica o vice-presidente e pró reitor da Universidade Secovi, Claudio Bernardes.

Formado por mestres e doutores da USP (Universidade de São Paulo), o MBA terá início em abril e será composto por 480 horas. As aulas acontecerão as segundas e terças-feiras (três semanas sim e uma semana não), das 18h40 às 22h40, na UBS (Alameda Santos, 1893 - 11º andar). Mais informações: www.ubs.edu.br/imobiliario / tel.: (11) 3016-5550 / e-mail: mba@ubs.edu.br.

Fonte: Secovi