Desabamento da Igreja Renascer: Crea-SP vai apontar o responsável

Texto: Redação AECweb

Trabalho começará assim que o Corpo de Bombeiros liberar o local

19 de janeiro de 2009 - O Conselho Regional de Engenharia, Arquitetura e Agronomia do Estado de São Paulo – Crea-SP vai iniciar processo de apuração de responsabilidade pelo desabamento do teto da igreja Renascer no bairro do Cambuci, em São Paulo, ocorrido no domingo (18/01), por volta das 19:00 horas. O trabalho do Crea-SP começará assim que o Corpo de Bombeiros liberar o local.

O superintendente operacional do Conselho, engenheiro civil Ademir Alves do Amaral, afirma que a principal questão a ser apurada é se realmente houve reforma no prédio, como anunciado pela imprensa, e, se realizada, em que circunstâncias ocorreu e quem são os responsáveis técnicos.

"É importante aguardarmos a apuração das causas do acidente pelo Instituto de Criminalística, para, então, tomarmos as decisões cabíveis. A divulgação dos laudos técnicos emitidos pelos órgãos competentes e de eventuais punições do Crea-SP não trará de volta a vida dos inocentes, mas adverte para que essa situação não venha a se repetir em recintos semelhantes ou qualquer outro tipo de edificação", diz Amaral.

Caso seja comprovada a culpa, o responsável pela eventual reforma poderá responder pelo acidente nas esferas judicial, criminal e civil. Por parte do Crea-SP, poderá sofrer algum tipo de censura e até a cassação do registro.

Segundo o superintendente operacional do Crea-SP, a investigação do Conselho poderá durar até cerca de seis meses.

Fonte: Departamento de Comunicação do Crea-SP