Banner AECweb
menu-iconPortal AECweb

Emprego na construção cresce 1,03%

Texto: Redação AECweb/e-Construmarket

Com esse resultado no mês de setembro, setor soma 3,547 milhões de trabalhadores com carteira assinada no país

Com a abertura de mais 36 mil vagas, o nível de emprego na construção civil brasileira cresceu 1,03% em setembro ante o mês anterior, segundo pesquisa elaborada pelo SindusCon-SP (Sindicato da Indústria da Construção Civil do Estado de São Paulo) em parceria com a FGV (Fundação Getulio Vargas). O desempenho é superior ao apresentado em setembro de 2012, quando o setor registrou 13,7 mil contratações (+0,40%).

Segundo o presidente do SindusCon-SP, Sergio Watanabe, “no mês, o emprego aumentou nos segmentos de preparação de terrenos, construção imobiliária, obras de infraestrutura e de instalações prediais, demonstrando que houve crescimento na atividade do setor. Vamos aguardar o desempenho dos próximos meses para avaliar se a construção está mesmo revertendo a desaceleração do seu crescimento registrada ao longo deste ano.”

No acumulado do ano até setembro, o indicador aponta alta de 5,16%, com a contratação de 174,1 mil trabalhadores. O avanço, porém, ainda é inferior ao registrado em igual período do ano anterior. Entre janeiro e setembro de 2012, o setor contratou 247,9 mil trabalhadores.

Já no período de 12 meses encerrados em setembro, o levantamento mostra alta de 0,62%, com 21,9 mil contratações – desempenho distante das 160,5 mil contratações acumuladas nos 12 meses anteriores.

Com o resultado, o setor empregava 3,547 milhões de trabalhadores em todo país ao final de setembro. O número supera o recorde anterior, de setembro de 2012, que era de 3,525 milhões.

Estado de São Paulo

Em setembro, as empresas da construção no Estado de São Paulo somavam 908,4 mil empregados com carteira assinada, registrando acréscimo de 0,64% em relação a agosto, com a criação de 5.765 vagas. No período, das 10 regiões pesquisadas, o nível de emprego no setor registrou queda apenas em Ribeirão Preto (-78 trabalhadores), Bauru (-167) e São José do Rio Preto (-83).

No acumulado do ano até setembro, a construção paulista contratou mais 41,7 mil trabalhadores (+4,81%). Já na comparação de 12 meses, o Estado registrou mais 12,4 mil contratações (+1,39%).

Fonte: Sinduscon – SP

 

x
Gostou deste conteúdo? Cadastre-se para receber gratuitamente nossos boletins: