Banner AECweb
menu-iconPortal AECweb

Emprego na construção supera 3 milhões em 2011

Texto: Redação AECweb

Mercado de trabalho cresce 7,46% e ganha 211 mil novos funcionários com carteira assinada

06 de fevereiro de 2012 - O emprego na construção civil aumentou 7,46% no ano passado, o que significa a entrada de 211 mil novos trabalhadores no mercado formal. Com isso, o setor encerrou 2011 com mais de 3 milhões de empregados com carteira assinada, segundo pesquisa do Sinduscon-SP (Sindicato da Indústria da Construção Civil do Estado de São Paulo) divulgado nesta sexta-feira (3).

O levantamento, feito em parceria com a FGV (Fundação Getulio Vargas), mostra, no entanto, que o setor observou um saldo negativo de 2,69% no mercado de trabalho na passagem de novembro para dezembro. Isso quer dizer que as demissões superaram as contratações em 83,9 mil pessoas no último mês do ano.

O resultado negativo não preocupa, segundo o sindicato, já que “o declínio mensal, em particular, é sazonal e pode ser atribuído ao retorno de uma parte dos trabalhadores a seus Estados de origem, bem como ao término de algumas obras, enquanto novas obras começam apenas no ano seguinte”.

O Centro-Oeste foi a região que mais cortou vagas, proporcionalmente, em dezembro, com encolhimento de 5,8% do mercado – ou 14,1 mil vagas a menos.

Em números absolutos, no entanto, o Sudeste lidera com folga, com o fechamento de quase 35 mil vagas no último mês do ano. O Nordeste ficou em segundo, com saldo negativo de 15,6 mil postos de trabalho.

São Paulo

As construtoras e incorporadoras do Estado fecharam 13,8 mil empregos em dezembro, o que fez o setor reduzir o número de empregados para 790 mil no fim do ano, segundo o Sinduscon-SP.

Considerando o ano todo, porém, o Estado registrou saldo positivo de 42,6 mil vagas em relação a 2010.

Fonte: R7

x
Gostou deste conteúdo? Cadastre-se para receber gratuitamente nossos boletins: