Banner AECweb
menu-iconPortal AECweb

Empresas norte-americanas inspiram retíficas brasileiras

Texto: Redação PE

Com o objetivo de conhecer as últimas novidades do setor automotivo, representantes do Conselho Nacional de Retíficas (Conarem) visitaram oficinas de reparação de veículos, bem como retíficas, localizadas nos Estados Unidos. “O mercado automotivo norte-americano é considerado o maior de todo o mundo e como sofremos uma forte influência dessa cultura é sempre interessante analisar o que acontece e quais as tendências que poderão, em breve, chegar à América do Sul e influenciar nossos negócios”, afirma José Arnaldo Laguna, presidente do Conarem.

Fundada há quase sessenta anos, em Seattle, a retífica B&G é considerada empresa líder mundial na retificação e remanufatura de motores diesel de grande porte. Por ser detalhadamente registrado numa espécie de apostila, que recebe as medidas do estado de cada peça, depois a medida pós-usinagem e, finalmente, a encontrada pelo controle de qualidade, o processo de análise do motor chamou a atenção dos representantes da entidade. “Este relatório é oferecido para o cliente e cobrado um bom valor, sendo que muitos optam por tê-lo como histórico do componente”, comenta. Já os processos de usinagem são semelhantes, mas destacam-se pelo tamanho dos equipamentos em razão de atenderem motores extrapesados.

O setor de bloco merece destaque por contar com duas linhas. Três máquinas retificadoras mais antigas são destinadas a fazer as operações nos motores MTU e as demais atendem os serviços das linhas Caterpillar, Cummins e Detroit. “Uma das retificadoras de comandos de válvulas possui centenas de padrões para usinar os cames dos mais diversos comandos de válvulas”, ressalta.

Laguna esclarece também, que, após a limpeza final, as principais peças vão para uma sala de ar-condicionado fechada, onde são inspecionados não só os canais de lubrificação com alto rigor, mas também recolhida uma amostra para análise microscópica em laboratório da própria empresa para verificar se há resíduos metálicos ou de sílica. “Somente se estiverem perfeitamente limpo, o conjunto é liberado para montagem”, salienta o presidente da entidade. A montagem é criteriosa. “Os técnicos seguem passo a passo os procedimentos descritos numa pasta com as fotos ilustrativas de cada operação, procedimento que elimina a chance de erros”, finaliza.

Oficina Motorwerks e Woodard – Os representantes do Conarem também conheceram todos os departamentos da Oficina Motorwerks, empresa de reparação automotiva, referência regional por atender veículos de alto valor, tanto na parte mecânica, como na restauração de carros antigos e acidentados. “Há veículos em período de garantia para remapeamento da injeção ou então de veículos raros para restauração”, diz Laguna, exemplicando: “Um Ford GT 40, com apenas 1.300 milhas rodadas, estava na oficina para fazer manutenção de rotina, como a troca do lubrificante e filtros, que apesar da baixa quilometragem, o tempo de vida do óleo havia vencido”. A empresa também compra veículos, como Ferrari, Jaguar e Bentley, restaura e coloca à venda em suas próprias instalações. Ele destaca também que, na oficina, os motores são testados em dinamômetros.

Com 25 anos de mercado, a oficina Woodard, especializada em carros de marca, faz manutenção, preparação e restauração de veículos (sem funilaria e pintura). “A empresa, que possui modernas instalações, com decoração que remete a um ambiente de corridas, conta com mulheres para fazer os contatos comerciais, já que grande parte dos clientes é do sexo feminino”, esclarece Laguna, complementando: “Alguns carros preparados pela casa na versão Hot Road e outros modelos antigos restaurados enchem os olhos de quem aprecia automobilismo”.

Fonte: divulgação

x
Gostou deste conteúdo? Cadastre-se para receber gratuitamente nossos boletins: