Banner AECweb
menu-iconPortal AECweb

Entidades e ABNT se unem para criar normativa

Texto: Redação AECweb

Tecnologia permite organizar um banco de dados de toda a obra, acessível a todas as equipes de engenharia e arquitetura

07 de julho de 2009 - A ABNT (Associação Brasileira de Normas Técnicas) elegerá no dia 16 de julho o coordenador técnico da comissão de estudo responsável pela elaboração de uma norma técnica para o BIM (Building Information Modeling), ou Modelagem de Informações para a Construção.

A tecnologia permite organizar, em um mesmo arquivo eletrônico, um banco de dados de toda a obra, acessível a todas as equipes de engenharia e arquitetura envolvidas na construção.

Assim como a normativa de coordenação modular, a do BIM é uma demanda do MDIC (Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior).

"Na verdade, a proposta é fazer uma adaptação das normas ISO 12006-2:2001 e ISO 12006-3:2007 para a realidade brasileira", explica Miriam Addor, arquiteta que representou a AsBEA (Associação Brasileira dos Escritórios de Arquitetura) na primeira reunião do comissão, realizada no dia 25 de junho. As duas normas tratam, respectivamente, sobre a classificação e os conceitos relacionados ao BIM.

De acordo com Henrique Cambiaghi, diversas entidades estão envolvidas na elaboração da norma. "Existe um grupo especial na AsBEA e também em órgãos como a Abece (Associação Brasileira de Engenharia e Consultoria Estrutural) e o SindusCon-SP (Sindicato da Indústria da Construção Civil do Estado de São Paulo), que estudam o assunto.

Os associados de cada entidade que já trabalham com o BIM ajudam a mostrar quais são as dificuldades e os gargalhos do sistema no Brasil", explica.

Por enquanto, ainda não se tem uma perspectiva de quando a norma deverá ser concluída. No dia 16 de julho, será determinada a programação de trabalho e o respectivo cronograma, além da definição do coordenador e o secretário da comissão. "A partir desse encontro é que vão começar de vez o desenvolvimento da norma técnica", acredita Cambiaghi.

Fonte: InvestNews - SP

x
Gostou deste conteúdo? Cadastre-se para receber gratuitamente nossos boletins: