Banner AECweb
menu-iconPortal AECweb

Even e Rodobens elevam receitas no 3º trimestre

Texto: Redação AECweb

Even alcançou venda recorde de R$ 600,3 milhões e Rodobens Negócios Imobiliários vendas contratadas de R$ 185 milhões no terceiro trimestre

14 de outubro de 2010 - As prévias de vendas e lançamentos das incorporadoras entre julho e setembro está mostrando que, de fato, o mercado imobiliário está aquecido. Depois da PDG Realty reportar vendas de R$ 1,85 bilhão, alta de 39,3% na comparação entre o terceiro trimestre de 2010 e 2009, e de uma alta de 63,2% nas vendas da CCDI no período, ontem a Even e Rodobens anunciaram seus números.

A Even alcançou venda recorde de R$ 600,3 milhões no terceiro trimestre, superando os R$ 592 milhões negociados nos três meses antecedentes. Das vendas registradas entre julho e setembro, 58% vieram de lançamentos realizados no período. Nos três meses, foram lançados nove empreendimentos, que somaram R$ 577,5 milhões em valor potencial de venda - acima dos R$ 449 milhões do segundo trimestre. Os montantes se referem à participação da Even nos projetos.

A companhia informou que já atingiu 85% da meta de lançamentos traçada para este ano. Nos nove primeiros meses de 2010, foram lançados imóveis com valor potencial de R$ 1,282 bilhão. Desse total, 83% são até R$ 500 mil.

A Rodobens Negócios Imobiliários - braço de incorporação das Empresas Rodobens - reportou vendas contratadas de R$ 185 milhões no terceiro trimestre, alta de 21,7% em relação ao montante de igual período de 2009. Os números se referem à participação da companhia nos empreendimentos.

A Rodobens lançou 2,39 mil unidades entre julho e setembro, somando vendas de R$ 182 milhões - mesmo patamar de 2009. A Rodobens apontou que alguns lançamentos foram adiados em razão de atrasos nos registros de incorporação em vários municípios. Para a companhia, esse processo foi afetado pelas eleições. Com a reprogramação para o fim do ano, a Rodobens espera aumentar o volume de vendas entre outubro e dezembro e alcançar o trimestre mais forte de sua história. A expectativa é lançar 16 mil unidades este ano.

Fonte: Valor Econômico - SP

x
Gostou deste conteúdo? Cadastre-se para receber gratuitamente nossos boletins: