Banner AECweb
menu-iconPortal AECweb

Expectativas dos empresários da construção seguem baixas

Texto: Redação AECweb/e-Construmarket

De acordo com sondagem do SindusCon-SP, parte dos indicadores sobre desempenho das construtoras permanece próximo da neutralidade

07 de março de 2014 – As perspectivas do setor continuaram em baixa, mas permanecem próximas à linha da neutralidade, de acordo com a 58ª Sondagem Nacional da Indústria da Construção Civil, realizada pelo SindusCon-SP e pela FGV. Em fevereiro, a percepção dos empresários com relação ao desempenho atual de suas construtoras recuou 0,8% ante a pesquisa anterior e 5,6% em 12 meses. Nesta edição, todos os componentes do indicador contribuíram para esta percepção.

As perspectivas de desempenho para os próximos meses indicaram estabilidade (queda de 0,1%) em relação à pesquisa anterior e queda de 5,2% em 12 meses. A avaliação dos empresários com relação aos custos setoriais também se manteve próxima da neutralidade, mostrando baixa de 0,8% na comparação com o trimestre anterior e acréscimo de 1,7% em 12 meses.

Outro indicador que manteve a tendência de piora foi o de dificuldades financeiras, que chegou a 56,6 pontos – com alta de 7,9% e 27,2%, respectivamente nas comparações trimestral e interanual. Nesse caso, em particular, valores acima de 50 significam dificuldades maiores. As perspectivas dos empresários sobre a condução da política econômica e inflação reduzida também seguiram em queda.

Já o pessimismo dos empresários com relação ao que esperar da economia alcançou novo piso histórico. No levantamento de fevereiro, o indicador de perspectiva com relação ao crescimento econômico caiu 10,1% em relação ao trimestre anterior e 26,1% em 12 meses. No Estado de São Paulo foi apurada queda semelhante, de 9,9% no comparativo com o trimestre anterior e de 25,7% em 12 meses.

Fonte: Sinduscon – SP

 

 

x
Gostou deste conteúdo? Cadastre-se para receber gratuitamente nossos boletins: