Fabricantes de blocos de concreto apostam em crescimento de até 30%

Texto: Redação AECweb

Otimismo já passa dos 60%; Mercado imobiliário aquecido é a aposta do setor.

01 de dezembro de 2011 - Previsões de crescimento otimistas, apostas no aquecimento do mercado imobiliário e no desenvolvimento da economia brasileira aparecem com destaque em pesquisa realizada com fabricantes de blocos de concreto de todo o país, feita pela BlocoBrasil.

Semestralmente, a Associação Brasileira da Indústria de Blocos de Concreto realiza pesquisa com seus associados para analisar as expectativas do mercado. Esta edição, de novembro de 2011, apresenta as previsões para o primeiro semestre de 2012.

Pouco mais de 60% dos fabricantes esperam que alcancem crescimento de até 30% nos próximos seis meses. Quase 24% apostam na estabilidade e apenas 2,2% acreditam que reduzirão suas atividades. Os dois principais fatores para o alto índice de otimismo são: o aquecimento do mercado imobiliário (31,9%) e o desenvolvimento da economia brasileira (26,1%). Programas habitacionais, como o "Minha Casa, Minha Vida", que lideravam o quesito no semestre passado, são apenas o terceiro lugar nessa escala.

Mais da metade dos fabricantes considera que a aquisição de novos equipamentos é essencial para acompanhar o crescimento do setor dos blocos de concreto. O treinamento e a contratação de mão de obra foram citados por cerca de 10% dos associados cada. Perguntados sobre uma possível redução das atividades, houve equilíbrio sobre qual caminho seguir: reduzir o número de funcionários ou os turnos de trabalho.

Fonte: Bloco Brasil