Feira de construção começa no dia seis

Texto: Redação AECweb

Evento apresentará ao público o lançamento de produtos e serviços oferecidos pelo segmento

01 de abril de 2010 - Em sintonia com o desenvolvimento do setor da construção civil, será realizado, entre os dias 6 e 10 de abril, no Pavilhão de Exposições do Anhembi, em São Paulo, a Semana Internacional da Construção e Iluminação de São Paulo.

O evento, que reúne as feiras de negócios Feicon Batimat 2010 (18ª Feira Internacional da Indústria da Construção) e Expolux (12ª Feira Internacional da Indústria da Iluminação), tem como objetivo apresentar ao público o lançamento de produtos e serviços oferecidos pelo segmento.

Segundo Juan Pablo De Vera, presidente da Reed Exhibitions Alcântara Machado, empresa organizadora e promotora da "Semana", "o intuito do evento é criar oportunidades de negócios". Jair Saponari, diretor de Feiras da Reed Exhibitions Alcântara Machado, afirma que na Feicon Batimat são esperados cerca de 172 mil visitantes -95% dos quais deverão ser brasileiros, e 5%, estrangeiros- que acompanharão cerca de 2.500 lançamentos de um total de 597 expositores de 29 países.

Na Expolux, cerca de 132 expositores esperam receber aproximadamente 50 mil visitantes - 95% de brasileiros, e 5% de estrangeiros. De acordo com ele, todos os espaços de exposição foram vendidos seis meses antes da inauguração do evento. "Esse é um prazo recorde em função do crescimento do setor", afirma o executivo, que vê como ponto positivo para favorecer "a divulgação do evento no exterior".

Impulso
Para Carlos Eduardo Uchoa Fagundes, presidente da Associação Brasileira da Indústria da Iluminação (Abilux), os negócios realizados na Expolux 2010 devem impulsionar o crescimento do setor, que espera um aumento de 12% no faturamento e que movimentou cerca de R$ 2,6 bilhões em 2009.

"A feira faz parte do calendário internacional da indústria de iluminação, uma das mais importantes do mundo, na qual os visitantes do exterior passam a conhecer a manufatura e o design brasileiro com quantidade bastante significativa", diz.

A Associação Nacional dos Comerciantes de Material de Construção (Anamaco) também espera crescimento de aproximadamente 10% sobre os R$ 45,04 bilhões faturados pelo comércio em 2009. Segundo a entidade, no primeiro trimestre de 2010 o segmento já apresentou crescimento de 12,5% sobre o mesmo período do ano passado. "O sentimento do setor é de êxtase", afirma Cláudio Elias Conz, presidente da entidade, que também acredita em uma projeção de negócios no valor R$ 481,8 milhões, 10% maior que em 2009, a serem gerados pela feira.

Fonte: DCI - SP