Banner AECweb
menu-iconPortal AECweb

Fiat inicia construção de sua segunda fábrica no Brasil

Texto: Redação AECweb/e-Construmarket

Localizada em Pernambuco, fábrica deve atrair R$ 4 bilhões em investimento

18 de setembro de 2012 - A Fiat deu nesta segunda-feira o pontapé inicial para a implantação de sua segunda fábrica no Brasil, com o início de construção de um centro administrativo no município de Goiana, localizado a 60 quilômetros da capital Recife. Não houve solenidade especial para marcar a data, mas no fim da manhã as máquinas já estavam operando na preparação do terreno onde ficarão os galpões e alojamentos pré moldados, de onde engenheiros da empresa acompanharão a implantação da montadora.

A Fiat prevê investimentos de R$ 4 bilhões e deverá movimentar o litoral norte de Pernambuco, onde espera-se a chegada de cerca de 60 novas fábricas, as chamadas sistemistas (vidros, fios, estofados, autopeças, etc). A primeira fábrica da Fiat foi instalada em Betim, Minas Gerais, em 1976. A de Pernambuco inicialmente ficaria no complexo industrial portuário de Suape, em Ipojuca, no litoral sul de Pernambuco, principal polo de desenvolvimento do estado mas cuja infraestrutura começa a apresentar sinais de estrangulamento.

Na zona norte há poucas indústrias, a economia ainda sobrevive basicamente da cana de açúcar, turismo e pequeno comércio. Além da própria montadora, o complexo terá centro de treinamento e pistas de testes com campo de prova, o primeiro construído pela indústria fora da Itália. A montadora deverá propiciar a criação de 4,5 mil empregos e a produção prevista é de 250 mil carros por ano. A construtora encarregada da obra inicial é a Quality Empreendimentos, que até o momento contratou cem pessoas, algumas egressas dos canaviais de Goiana e cidades vizinhas, que foram treinadas para a construção civil. Ao todo 2.036 pessoas receberam capacitação para atuar no canteiro de obras. Elas foram beneficiadas por cursos oferecidos pelo Senai em parceria com o governo de Pernambuco.

A previsão é que a primeira parte de implantação do canteiro de obras esteja concluída em três meses. Enquanto a fábrica é implantada, quase dez instituições já estão envolvidas na preparação de mão de obra para atuar na primeira montadora de Pernambuco. Trinta e cinco profissionais dessas entidades já participaram de cursos de capacitação e estiveram inclusive em Betim, em Minas Gerais, onde foram visitar a fábrica da Fiat. Em 2013 começam os cursos técnicos, segundo informação do Secretário de Qualificação e Empreendedorismo de Pernambuco, Antônio Carlos Maranhão. A previsão é que a Fiat comece a funcionar em 2014; O anúncio da nova fábrica em Pernambuco foi feito em 2010, em Pernambuco, pelo então Presidente Luiz Inácio Lula da Silva.

Em Pernambuco, além do Governador Eduardo Campos, duas outras pessoas se auto proclamam como co responsáveis pela vinda da Fiat para o estado: o Senador Humberto Costa (PT-PE) e o ex Secretário de Desenvolvimento Econômico de Pernambuco, Geraldo Júlio de Mello, ambos candidatos à Prefeitura de Recife. O petista foi relator da Medida Provisória que viabilizou a implantação da indústria no Nordeste e o outro ocupava a pasta que respondia pelas negociações com a multinacional.

Fonte: O Globo

x
Gostou deste conteúdo? Cadastre-se para receber gratuitamente nossos boletins: