Financiamentos pela poupança caem, mas captação líquida se recupera

Texto: Redação AECweb/e-Construmarket

Levantamento da Abecip com dados de novembro mostra que uso de recursos do SBPE no financiamento imobiliário caiu, mas captação líquida da poupança dá sinais de melhora


Os financiamentos imobiliários realizados entre janeiro e novembro de 2017 somaram R$ 39 bilhões (crédito: Brian A Jackson/shutterstock)

23/01/2018 | 10:15Os financiamentos imobiliários realizados com recursos do SBPE (Sistema Brasileiro de Poupança e Empréstimo) totalizaram R$ 3,15 bilhões em novembro. O número é 14,7% menor do que outubro e 20,9% menor em relação ao mesmo mês de 2016. O acumulado do ano, cerca de R$ 39 bilhões, também recuou 4,3% em relação ao mesmo período do ano anterior. Os números são da Associação Brasileira das Entidades de Crédito Imobiliário e Poupança (Abecip).

Nos primeiros onze meses do ano passado, a poupança ajudou a financiar a aquisição de 161,05 mil imóveis. Apesar de alto, o número é 10% menor do que o registrado no mesmo período de 2016 (179 mil unidades).

Poupança

A captação líquida da poupança em novembro foi de R$ 3,76 bilhões, mostrando recuperação em relação a outubro, que teve o saldo negativo de 1,67 bilhão. Já em maio de 2017 a poupança já apresentava resultados positivos, após 2 anos com captação líquida fortemente negativa, e no acumulado até novembro somou cerca de R$ 546 bilhões, crescimento de 8,5% em relação ao mesmo período do ano passado.

Quer saber mais sobre mercado imobiliário? Acesse:

Preço dos imóveis tem queda nominal de 0,53% em 2017

Referência para contratos de aluguel tem deflação de 0,52% em 2017