Fundo garantirá aos investidores rendimento mínimo por 36 meses

Texto: Redação AECweb

Sonae Sierra Brazil prepara uma distribuição secundária das cotas que detém no Fundo de Investimento Imobiliário Parque Dom Pedro Shopping Center

04 de novembro de 2009 - Nos próximos dias, o investidor ganhará mais uma alternativa de aplicação no mercado de fundos imobiliários com foco no segmento de shopping centers.

A Sonae Sierra Brazil prepara uma distribuição secundária das cotas que detém no Fundo de Investimento Imobiliário Parque Dom Pedro Shopping Center, dono de uma fatia de 15% no empreendimento imobiliário onde está o Shopping Parque D. Pedro, em Campinas, interior de São Paulo.

A oferta pode chegar a 100 mil cotas, com valor unitário de R$ 1 mil, num total de R$ 100 milhões. Para participar da operação, o investidor deve adquirir um lote mínimo de dez cotas, ou R$ 10 mil. O fundo foi constituído pelo Banco Ourinvest em maio deste ano e autorizado a funcionar pela Comissão de Valores Mobiliários (CVM) em junho. Ele nasceu a partir da cisão do fundo original (FII Shopping Parque D. Pedro), que lhe rendeu uma participação de 15% do shopping em questão.

A Sonae Sierra Brazil, vendedora na oferta, detém um total de 119 mil cotas representativas de 100% do patrimônio do novo fundo, por meio da holding Parque D. Pedro 1 B.V. S.à.r.l. - ambas com sede em Luxemburgo -, aponta o prospecto preliminar.

Além disso, é dona de outras 651.711 cotas de emissão do fundo original, o equivalente a 40% do patrimônio total. Os outros 60% do fundo original pertencem à Sierra Investimentos Brasil Ltda., com sede em São Paulo.

Na operação, que será feita sob o regime de melhores esforços, a ofertante das cotas garantirá ao fundo o rendimento mínimo mensal equivalente a R$ 8,30 por cota pelo prazo de 36 meses. De acordo com o prospecto, o Shopping Parque D. Pedro encontra-se em pleno funcionamento e deverá ser submetido em breve à primeira expansão, que vai acrescentar cerca de 8 mil metros quadrados de área construída e 5,4 mil metros quadrados de área bruta locável (ABL).

A conclusão das obras está prevista para março de 2011. O investimento será integralmente custeado pela ofertante e pela Sierra Investimentos Brasil Ltda., na proporção das respectivas cotas do fundo original detidas por ambas.

Inaugurado em março de 2002, o shopping, com 119 mil metros quadrados de ABL, é o maior da América Latina. Possui 387 lojas distribuídas em dois andares. As receitas totais em 2008 somaram R$ 60,4 milhões, um crescimento médio anual de 13% desde 2005. No primeiro semestre de 2009, o faturamento foi de R$ 30,1 milhões, um aumento de 11,5% em relação ao primeiro semestre do ano passado.

Fonte: Valor Econômico - SP