Governo aumenta limite de renda para faixas intermediárias do MCMV

Texto: Redação AECweb/e-Construmarket

Ministério das Cidades eleva limite máximo de renda bruta familiar mensal para financiamentos imobiliários com FGTS no âmbito do Programa Minha Casa, Minha Vida

financiamento do programa minha casa minha vida
Também foram determinadas outras diretrizes para a liberação de descontos nos financiamentos (crédito: Divulgação/Prefeitura de Arapongas (PR)

05/04/2018 | 12:10 – O Ministério das Cidades aumentou de R$ 3.600 para R$ 4.000 o valor da renda mensal bruta das famílias que desejam comprar a casa própria do Programa Minha Casa, Minha Vida (MCMV) a partir de verbas do Fundo de Garantia por Tempo de Trabalho (FGTS).

A Portaria 225, que determinou a mudança, também estabeleceu que o Agente Operador do FGTS, antes de fornecer os descontos para financiamentos a pessoas físicas deverá observar os recursos orçamentários disponíveis.

Quer saber mais sobre o mercado imobiliário? Acesse:

Caixa Econômica vai reduzir juros para financiamentos imobiliários

São Paulo abre licitação internacional para PPP de habitação social

Fórum de habitação premia projeto de regularização de imóveis na BA