Banner AECweb
menu-iconPortal AECweb

Governo estuda construir moradias para programa de aluguel social

Texto: Redação AECweb/e-Construmarket

Ministério das Cidades diz estar finalizando detalhes do projeto, que será apresentado nas próximas semanas; governo deve adotar modelo de parceria com empresas


Aluguel social será destinado a famílias de baixa renda (crédito: Ewelina Wachala/ shutterstock)

05/06/2017 | 16:45 – O Governo Federal deve lançar o projeto-piloto de um novo programa de aluguel social até o final do ano. O anúncio foi feito na última sexta-feira (2/6) pelo ministro das Cidades, Bruno Araújo.

De acordo com a pasta, serão realizados chamamentos para a iniciativa privada a fim de construir prédios que terão garantia de 30 anos de aluguel, pagos pelo Governo Federal, destinados a pessoas de baixa renda. A divisão do programa será feita por faixas de renda, assim como é realizada com o Minha Casa, Minha Vida.

Minha Casa, Minha Vida

O Ministério das Cidades publicou na última sexta-feira, no Diário Oficial da União, a lista com as propostas selecionadas do Fundo de Arrendamento Residencial (FAR) do Programa Minha Casa, Minha Vida (MCMV).

Ao todo, foram selecionados 122 empreendimentos em todo o território nacional, que totalizam 25.644 unidades. As empresas têm até 180 dias para apresentar garantias de que reúnem todas as condições necessárias para a contratação do empreendimento junto à instituição financeira.

Além dessas mudanças, o BC também lançou um novo indicador de preços imobiliários. A Mediana dos Valores de Garantia de Imóveis Residenciais Financiados (MVG-R) possibilita o cálculo de outros medidores, como os valores dos imóveis comparados a métricas de renda. Segundo o Banco Central, o MVG-R apurado no primeiro trimestre de 2017 foi de R$ 160 mil.

x
Gostou deste conteúdo? Cadastre-se para receber gratuitamente nossos boletins: