Governo federal põe IBGE para monitorar preços de imóveis

Texto: Redação AECweb

Objetivo é acompanhar o segmento que cresce a taxas elevadas, além de detectar uma eventual formação de bolha

20 de setembro de 2011 - O Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) ficará responsável pelo índice de preços de imóveis do país. O governo federal publicou, na última sexta-feira, um decreto no Diário Oficial da União, estabelecendo a criação e a manutenção do indicador. O objetivo é acompanhar o segmento que cresce a taxas elevadas, além de detectar uma eventual formação de bolha, como ocorreu nos Estados Unidos, em 2008. Segundo a assessoria de imprensa do instituto, o cronograma ainda será definido e não há previsão para a publicação das primeiras estatísticas.

A decisão de criar o indicador, tomada pelo governo em 2010, decorreu do fato de o crédito imobiliário apresentar expansão exponencial ano após ano. Além disso, o preço do metro quadrado disparou em grandes centros urbanos, como Rio de Janeiro e Brasília.

No Rio, os representantes do mercado aprovaram a iniciativa da União. “Nós vemos como uma ferramenta muito positiva. Quanto mais dados tivermos, melhor para entendermos o mercado”, afirma o vice-presidente de Assuntos Condominiais do Sindicato da Habitação do Rio (Secovi Rio), Leonardo Schneider.

Parceria com a Caixa

O vice-presidente da Associação de Dirigentes de Empresas do Mercado Imobiliário (Ademi), Paulo Henrique Fabbriani, concorda: “De forma geral, esse índice é muito bom. Mas é necessária uma atenção à metodologia, para que ele, de fato, reflita o mercado”.

Segundo o decreto, o IBGE poderá firmar parceria com a Caixa e com outras instituições financeiras e demais agentes do mercado, para obter informações e conhecimentos técnicos necessários à criação e à manutenção do novo índice.

Fonte: Extra