Banner AECweb
menu-iconPortal AECweb

Governo investiu 63% do total previsto do PAC

Texto: Redação AECweb

Dilma disse considerar o balanço "bastante favorável", pois avançou em relação à criticada lentidão do início do programa

05 de fevereiro de 2010 - Do total de R$ 638 bilhões de investimentos previstos no Programa de Aceleração do Crescimento (PAC), já foram pagos cerca de R$ 403,8 bilhões, ou 63,3%. Os gastos cobriram metade das obras previstas.

A informação é do ministro do Planejamento, Paulo Bernardo, que junto com quase uma dúzia de ministros e sob o comando de Dilma Rousseff, da Casa Civil, apresentou ontem um balanço dos três anos do programa-chave do governo.

Dilma disse considerar o balanço "bastante favorável", pois avançou em relação à criticada lentidão do início do programa. "O PAC cumpriu o seu objetivo de aumentar a distribuição de renda, como se viu pela evolução positiva da economia nesse período , afirmou a ministra.

As ações concluídas equivalem a R$ 256,9 bilhões, ou 40,3% do total. Bernardo destacou que não estão na lista os investimentos do programa de habitação popular "Minha Casa, Minha Vida  , cujas contratações tiveram início no ano passado.

No total já realizado, R$ 138,2 bilhões foram em obras de saneamento e habitação. Nas áreas de energia, logística e aparelhos sociais urbanos foram destinados R$ 118,7 bilhões. Somente em energia, o valor é de R$ 72,4 bilhões.

Paulo Bernardo lembrou que, ao ser lançado em 2007, o PAC tinha investimentos globais previstos em R$ 504 bilhões, recebendo depois agregações que elevaram o total a R$ 638 bilhões.

O nono balanço mostra ainda que, das 2.471 ações previstas e monitoradas pelo comitê gestor do PAC, até dezembro de 2009, metade delas já estavam concluídas. Outros 44% tinham ritmo adequado de execução; 5% pedem atenção e 1% têm situação "preocupante".

Fonte: Valor Online - SP

x
Gostou deste conteúdo? Cadastre-se para receber gratuitamente nossos boletins: