Imóveis comerciais têm procura recorde no Paraná

Texto: Redação AECweb

Movimento aumentou em até 50% na busca por imóveis comerciais, se comparado a procura de janeiro do ano passado

20 de janeiro de 2010 - A procura por imóveis nos meses de janeiro e fevereiro é considerada pelos corretores como corriqueira ao período, uma vez que estudantes vindos do interior procuram um lugar para morar enquanto estudam. No entanto, o movimento deste ano tem surpreendido algumas imobiliárias por conta do aumento em até 50% na busca por imóveis comerciais, se comparada a procura de janeiro do ano passado.

A gerente da Senzala Imóveis, Augusta Coutinho Loch, conta que para cada imóvel comercial da imobiliária há pelo menos três pessoas interessadas. O reaquecimento da economia, as facilidades de acesso ao crédito, inclusive para abertura de novos negócios, e o valor de aluguel por metro quadrado são apontados como os principais motivos do adiantamento da procura.

Segundo dados do Instituto Paranaense de Pesquisa e Desenvolvimento do Mercado Imobiliário e Condominial (Inpespar), de dezembro do ano passado, o valor médio do metro quadrado para locação de lojas em Curitiba ficou em R$ 14,18; em R$ 12,76 para conjuntos e em R$ 12,01 para casas comerciais.

"Esses dados são do relatório mensal que o Secovi -PR (Sindicato da Habitação e Condomínios do Paraná) envia aos filiados com base nas informações encaminhadas pelas imobiliárias", conta.

Augusta acredita que a procura deve se manter aquecida até o início de março. "Entretanto, quem quer locar um imóvel comercial tem de se apressar porque corre o risco de ficar sem opções, principalmente em relação aos conjuntos comerciais pequenos, com preços mais acessíveis", alerta.

Lojas e conjuntos comerciais do centro da cidade ou de seu entorno, como Centro Cívico e Água Verde, e das regiões do Batel e do Cabral estão entre os imóveis mais procurados na capital paranaense.

Fonte: Jornal do Estado - PR